Notícias

4 dicas para lidar com a discriminação com a idade no mercado de trabalho

      
Crédito: Shutterstock.com
Crédito: Shutterstock.com

 

Um fato muito difícil de encarar no mercado de trabalho é a discriminação com a idade do profissional. Tanto profissionais mais velhos quanto os mais novos podem sofrer retaliação por terem a quantidade de experiência "errada" para a empresa. Trabalhadores mais experientes não encontram abertura para que possam ser empregados de acordo com suas qualificações e currículo e acabam sem trabalho por conta de estereótipos errados sobre sua situação.

 

» Transforme seu perfil nas redes sociais e seja contratado
» 4 dicas para se destacar na carreira
» 4 tipos de currículos para conquistar os recrutadores

 

Confira a seguir as quatro dicas que podem ajudar você a lidar com esse problema no mercado de trabalho:


4 dicas para lidar com a discriminação etária no mercado de trabalho: 1. Mantenha suas habilidades atualizadas

É importante lembrar que o conjunto de habilidades profissionais tem prazo de validade. Você deve se manter atualizado para que seu currículo esteja em dia com aquilo que acontece e é cobrado nas empresas e processos de sua profissão. Além disso, também é importante “limpar” o currículo de cursos que não são mais utilizados, como tecnologias superadas e consideradas desatualizadas.

 

4 dicas para lidar com a discriminação etária no mercado de trabalho: 2. Tome cuidado com o linguajar

Não é uma atitude recomendável ou até mesmo permitida que os recrutadores façam perguntas sobre sua idade na entrevista de emprego de maneira que você se sinta constrangido. Entretanto, você poderá se prejudicar em seu currículo com frases como “20 anos de experiência”. Ao invés disso, coloque apenas o ano de início e término que trabalhou nas empresas e destaque aquilo que fez para que a companhia evoluísse.

 

4 dicas para lidar com a discriminação etária no mercado de trabalho: 3. Seja ativo

Você também pode usar seus hobbies ou interesses fora do trabalho para denotar um estilo de vida ativo. Atividades como voluntariado e esportes, por exemplo, são algumas das opções que podem fazer com que você se destaque positivamente para os empregadores, já que deixam claro que você é física e mentalmente qualificado para vários tipos de atividade.

 

4 dicas para lidar com a discriminação etária no mercado de trabalho: 4. Foque-se na história recente

Procure limitar seu currículo para os últimos 12 anos de atuação. Se achar necessário, pode acrescentar que detalhes de experiência profissional anteriores a esse período podem ser consultados mediante solicitação. É uma maneira de despertar interesse e garantir uma conversa individual com o recrutador.

 

 



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.