• Quem é você?

Notícias

3 atitudes comuns aos jovens que podem ajudá-lo a começar seu próprio negócio

      
Fonte: Shutterstock

O interesse em empreender tem crescido nos últimos anos, sobretudo, entre os jovens. E, de fato, a juventude é algo comum entre parcela dos empreendedores, basta lembrar-se de Sergey Brin e Larry Page que criaram o mais popular buscador da internet com apenas 25 anos. A trajetória de Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, também é uma das inspirações para essa geração que quer ainda com 20 anos desenvolver projetos milionários. Ou ainda atentar às notícias de universitários desenvolvendo projetos inovadores que prometem melhorar várias situações cotidianas.

Veja também:
» Faça download gratuito de 4 e-books para começar a empreender
» Descubra 3 conhecimentos básicos que todas as pessoas que querem empreender devem saber
» Todas as notícias de Carreira


Afinal, o que há nos jovens que os ajuda a serem bons empreendedores apesar da inexperiência? Confira algumas atitudes geralmente características da pouca idade e entenda como elas podem ser vantajosas ao começar seu próprio negócio:


1 – Eles se arriscam

Aos 20 anos, Bill Gates largou a faculdade de Matemática para cuidar da sua empresa, a Microsoft. Na época, ele havia desenvolvido com alguns colegas um tipo de interpretador de linguagem para os primeiros computadores, produto que fez certo sucesso. Hoje, porém, nota-se que aquele primeiro empreendimento deu origem a mais conhecida companhia de softwares do planeta e tornou-o uma das pessoas mais ricas do mundo. Ele é apenas um exemplo de jovem que não teve medo de se arriscar por acreditar no potencial do seu projeto. Se você quiser ser um empreendedor de sucesso, talvez seja necessário tomar atitudes – não necessariamente iguais a de Gates – para atingir esse objetivo.


2 – Eles fazem o que gostam

Se você quiser começar um negócio, você terá que se dedicar bastante para conseguir que esse empreendimento ganhe as magnitudes que você almeja. Então, é importante que você tenha real interesse pela área. Os jovens tendem a fazer isso naturalmente, escolhendo
carreiras em que se sentem estimulados a crescer e, muitas vezes é a partir desse desejo que transformam seus hobbies em trabalho.


3 – Eles sabem se adaptar

É comum associar aos universitários a ideia do improviso ou ao menos de soluções criativas para problemas cotidianos. Esta é uma lição que você pode aprender também com eles, porque saber se adaptar às várias situações apresentadas pelo mercado faz parte da rotina de qualquer empreendedor. Se você souber fazê-lo usando recursos baratos, você terá uma vantagem em relação aos seus concorrentes.

 



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.