Notícias

 

Contato do autor:heloisacm@uol.com.br

Orientador: José Flávio Sombra Saraiva

Resumo:

Este estudo tem por objetivo fornecer uma visão do impacto da Segunda Guerra Mundial sobre a política de comércio exterior brasileira. Com este propósito, percorreu-se os caminhos traçados pela política econômica externa nas décadas de 1930-1940, enfatizando as metas do primeiro Governo Vargas e os meios utilizados para alcançá-las.ÿ

A política de comércio exterior nos anos pós-crise de 1929 orientou-se por um crescente realismo, sendo concebida como um instrumento de reforço à economia e ao mercado interno. Entre 1935-1940, o comércio exterior foi marcado por extensa flexibilidade. Nessa época, os acontecimentos mais importantes desenvolveram-se em torno do comércio de compensação com Alemanha e da assinatura de um acordo liberal com os Estados Unidos. Com a eclosão da Segunda Guerra Mundial, constatou-se uma dramática perda de mercados na Europa Ocidental, a assinatura de acordos comerciais com Washington e o aumento da demanda por produtos brasileiros em mercados tradicionalmente supridos pelo Reino Unido e pelos Estados Unidos. Com a exaustão européia no imediato pós-guerra, verificou-se o abandono temporário da proposta norte-americana de internacionalização da economia, a situação periférica dos países latino-americanos, bem como os reflexos desta situação para o comércio exterior brasileiro.

  • Fonte:


Tags:
Comentar

Comentários

    Ver mais 20 resultados

    Comente

    Ver mais

    Entrevistas com professores

    Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.