Saturday :: 22 / 11 / 2014

MaisNotícias | Arte por dia | Enem 2014 | Livros grátis | Cadastre-se | MAPA DO SITE

Noticia

Unisul: Jogo didático ensina reforma ortográfica


ImprimirImprimirEnviar a un amigo Enviar

O projeto é dos alunos Rafãl Souza Costa e Werner Krause Soares formandos do curso Sistemas de Informação

Jogar para aprender as novas regras ortográficas da língua portuguesa? Essa é a idéia dos alunos Rafãl Souza Costa e Werner Krause Soares do curso Sistemas de informação da Unisul. O jogo, composto de cinco fases auxilia na aprendizagem da reforma ortográfica, em especial no uso do hífen. Cada fase apresenta um cenário, em que cairão do "céu" 40 palavras, 20 corretas e 20 incorretas. O jogador controla um livro que tem como missão coletar, no mínimo, 10 palavras que estejam escritas corretamente", explica o aluno Werner Soares.

Os alunos estão trabalhando na criação do projeto desde abril deste ano. A realização de um jogo era ideia fixa dos acadêmicos, mas escolher o tema do jogo não foi tarefa fácil, ainda mais em se tratando de trabalhar com a linguam Actions Script (flash). As linguagens de programação são utilizadas para construir programas e jogos de computador. Segundo eles a escolha da linguagem ActionScript foi facilitada pela praticidade e freqüência com que é utilizada na construção de jogos online. Além disso, a escassez de material didático para pesquisa e de fontes profissionais de consultas, que pudessem orientar os acadêmicos na programação, foram obstáculos ainda maiores.

Os acadêmicos buscaram a ajuda do professor Adriano Baptista Caldeira, que justamente procurava estudantes de informática para atuar no desenvolvimento de um jogo pedagógico. Assim, o docente os orientou durante a elaboração do Trabalho de Conclusão de Curso - TCC.

O desenvolvimento de um jogo para o ensino-aprendizagem das novas regras ortográficas referentes ao hífen foi elaborado com padrão de qualidade, em decorrência do sucesso da parceria entre alunos e professor. "Adriano é uma pessoa culta e com muita experiência de vida, e realmente sabe transmitir o conhecimento com muita clareza nas palavras", acrescentou Werner Soares.

Ao ser perguntado sobre a expectativa para o mercado de trabalho Werner Soares respondeu: "Nós acreditamos que nossas limitações vêm de dentro, não de fora".

Fonte: Assessoria de Imprensa da Unisul







RSS   


Comentarios para esta noticia

 

Suscríbete a nuestro boletín de noticias


Publicidad

Publicidad