Sunday :: 26 / 10 / 2014

MaisNotícias | Arte por dia | Enem 2014 | Livros grátis | Cadastre-se | MAPA DO SITE

Noticia : Tecnologia

Conheça o programa que detecta casos de plágio

Um software aponta o trecho que o estudante copiou, além de gerar uma porcentagem do quanto o texto é original


ImprimirImprimirEnviar a un amigo EnviarPDFPDF

 

A internet é o meio mais fácil para pesquisar e obter informações para trabalhos, mas o estudante não pode copiar e colar o que está disponível na rede. Não há um dado específico que identifique quantos trabalhos e artigos científicos são plagiados nas universidades do Brasil. Quando a ação é detectada cada universidade toma uma medida diferente em relação ao caso. Elas podem ir de expulsão, em caso de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), a zerar a atividade.

 

» Confira o especial do Universia que ensina como fazer sua monografia
» Que tal ganhar um curso de espanhol online? Participe do Concurso Cultural do Universia
» Siga o Universia Brasil no Twitter

 

Mas hoje já existe um programa para as universidades detectarem o plágio. O nome do produto é "Turn it in" da empresa Systems. Para ser usado a instituição de Ensino Superior (IES) precisa ter um convênio com a empresa e pagar um custo médio de quatro dólares por estudante.

 

Feito isso cada professor cria uma pasta para a classe e os estudantes enviam seus documentos em formatos Word, PDF ou HTML. A partir do momento que o documento está na plataforma, o sistema avalia a originalidade deste.

 

A comparação é baseada em três tipos de conteúdo. O programa tem no banco de dados mais de 90.000 títulos, entre livros e revistas. Além da revisão feita com milhões de páginas na web e a coleção com mais de 130 milhões de trabalhos de outros estudantes do mundo inteiro.

 

Quando a análise é completada os parágrafos plagiados aparecem coloridos. O sistema também gera uma porcentagem do quão original é o texto, já que ele também mostra as fontes que o estudante usou para escrevê-lo.

 

O "Turn it in" é um benefício tanto para os professores quanto para os alunos, que terão sua propriedade intelectual protegida e longe de outros futuros plagiadores.



Autor:




RSS   


Comentarios para esta noticia

 

Publicidad

Publicidad