Aviso de cookies

Por meio de cookies próprios e de terceiros, coletamos informações para fornecer melhores serviços a todos os usuários. Compilamos informações estatísticas sobre a sua navegação para mostrar uma publicidade que tenha relevância com seus hábitos de navegação. Sempre que quiser, poderá desativar os cookies do seu browser. Se continuar navegando, consideramos que aceita os termos da política de utilização de cookies.

text.compare.title

text.compare.empty.header

Atualidade universitária

 

A internet é o meio mais fácil para pesquisar e obter informações para trabalhos, mas o estudante não pode copiar e colar o que está disponível na rede. Não há um dado específico que identifique quantos trabalhos e artigos científicos são plagiados nas universidades do Brasil. Quando a ação é detectada cada universidade toma uma medida diferente em relação ao caso. Elas podem ir de expulsão, em caso de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), a zerar a atividade.

 

» Confira o especial do Universia que ensina como fazer sua monografia
» Que tal ganhar um curso de espanhol online? Participe do Concurso Cultural do Universia
» Siga o Universia Brasil no Twitter

 

Mas hoje já existe um programa para as universidades detectarem o plágio. O nome do produto é "Turn it in" da empresa Systems. Para ser usado a instituição de Ensino Superior (IES) precisa ter um convênio com a empresa e pagar um custo médio de quatro dólares por estudante.

 

Feito isso cada professor cria uma pasta para a classe e os estudantes enviam seus documentos em formatos Word, PDF ou HTML. A partir do momento que o documento está na plataforma, o sistema avalia a originalidade deste.

 

A comparação é baseada em três tipos de conteúdo. O programa tem no banco de dados mais de 90.000 títulos, entre livros e revistas. Além da revisão feita com milhões de páginas na web e a coleção com mais de 130 milhões de trabalhos de outros estudantes do mundo inteiro.

 

Quando a análise é completada os parágrafos plagiados aparecem coloridos. O sistema também gera uma porcentagem do quão original é o texto, já que ele também mostra as fontes que o estudante usou para escrevê-lo.

 

O "Turn it in" é um benefício tanto para os professores quanto para os alunos, que terão sua propriedade intelectual protegida e longe de outros futuros plagiadores.



Tags:
Comentar

Comentários

    Ver mais 20 resultados

    Comente

    Ver mais