Friday :: 28 / 11 / 2014

MaisNotícias | Arte por dia | Enem 2014 | Livros grátis | Cadastre-se | MAPA DO SITE

Noticia : Experiências

3 experiências científicas para fazer em casa

Faça 3 experiências científicas diferentes e se divirta aprendendo conceitos de física, química e biologia


ImprimirImprimirEnviar a un amigo Enviar

imagen-relacionada

Crédito: Shutterstock.com

Nada melhor que 3 experimentos diferentes para animar o dia dos cientistas domésticos

 

Quem nunca aprendeu fazendo experiências malucas? Desde a mais difícil até a mais simples, os professores realizam experimentos científicos para explicar melhor um conceito em sala de aula, para fazer com que o aprendizado seja mais divertido. E se você pudesse realizar isso em casa? Nada melhor que 3 experimentos diferentes para animar o dia dos cientistas domésticos. Lembre-se a segurança esta sempre em primeiro lugar. Confira a seguir 3 experiências simples (e seguras) para você realizar em casa:

 

 

 

» 10 ferramentas de busca na área de ciências
» Como a neurociência está invadindo as salas de aula

 

 

Experiência ovo na garrafa

Materiais:

1 garrafa de vidro (médio e pequeno)
1 ovo cozido
Um pedaço de papel (cerca de 20 e 30 cm) e um isqueiro

 

Como fazer:

Com a supervisão de um adulto responsável, pegue a garrafa de vidro e coloque-a sobre uma superfície plana. Vire o pedaço de papel com um isqueiro e coloque dentro da garrafa. Imediatamente posicione o ovo na boca da garrafa e observe o que vai acontecer.

 

Se você estiver com dificuldades, este vídeo pode ser útil:

 

O que acontece?

O experimento do ovo na garrafa é um clássico da ciência e sempre muito interessante. O que acontece é que o calor do fogo queima o papel, e as moléculas de ar aquecido no interior da garrafa se expande e faz com que o ovo entre, o que os cientistas chamam de vácuo parcial.

 

 

Experimento da areia movediça

Materiais:

Um recipiente de vidro
1 caixa de amido de milho
2 copos de água
1 bandeja
Algumas folhas de jornal

 

Como fazer:

As areias movediças têm uma densidade surpreendente, e elas se comportam de maneira muito particular. Com esta experiência podemos analisar as suas características. Primeiro de tudo forre com o jornal o local em que você vai realizar a experiência. Coloque todo o amido de milho (cerca de 450 ou 500 g) num recipiente de vidro e adicione 2 copos (tamanho médio) cheios de água. Misture (cerca de 3 a 5 minutos) até a massa ficar uniforme. Depois é ver o que acontece com a mistura.

 

Não está entendendo? Confira esse vídeo que pode servir como um guia:

 

O que acontece?

Este experimento mostra o quão perigoso seria ter a infelicidade de cair em uma areia movediça. O grande problema é que esta substância parece ser um tanto sólida e um tanto líquida e, de fato, é exatamente dessa forma que se comporta uma mistura. Na verdade, essa uma mistura consiste em um sólido disperso num líquido, e quando a pressão é exercida sobre ela comporta-se como um sólido e, quando se deixa de exercer essa pressão, ela volta a ser como um líquido.

 

Este fenômeno é conhecido como suspensão: a resistência ao impacto deste separador de água situa-se entre as cadeias de amido de milho, e forma uma estrutura semirrígida. Quando a pressão é liberada, o amido de milho flui novamente. O mesmo acontece com a areia movediça!

 

Experiência da lata mágica

Materiais:

Uma lata de alumínio vazia e com a tampa
Uma chave de fenda ou objeto pontiagudo semelhante
Uma bateria de 9 volts
Um elástico
2 clips
Fita adesiva

 

Como fazer:

Fure o centro da parte inferior e superior da lata. Com a fita adesiva cole a bateria no centro do elástico, depois é só prender com os clips as pontas dos elásticos nas duas partes furadas da lata (superior e inferior). Dentro da lata, a bateria deve ficar pendurada pela tensão do elástico. Se tudo estiver pronto, coloque a lata horizontalmente sobre uma superfície plana e empurre para frente.

 

Alguma dificuldade? Bem, dê uma olhada neste vídeo para ver se a experiência parece mais clara:

O que acontece?

O experimento da lata mágica é um dos melhores exemplos de transferência de energia. O que acontece aqui é muito simples, a transferência de energia ocorre por causa da energia cinética.

 

Em primeiro lugar, a lata exerce uma força (energia) para rodar e se mover. Quando ela perde a velocidade, esta energia do movimento em energia potencial é transferida para a faixa elástica, e então transferido de volta para dentro da lata na forma de energia cinética. Tudo isto faz com que a lata volte para o mesmo lugar.

 

 






RSS   


Comentarios para esta noticia

 

Suscríbete a nuestro boletín de noticias


Publicidad

Publicidad