• Quem é você?

Notícias

Conheça 34 livros rápidos de ler

      
Fonte: Shutterstock
Fonte: Shutterstock

Se você não está conseguindo ler os livros que gostaria por causa da correria do dia a dia, não desanime e busque outras opções menores de leituras, como as novelas. Geralmente esse tipo de texto é curto, com cerca de 80 a 150 páginas, e de fácil entendimento, ideais para quem não tem muito tempo disponível.

 

Leia também:
» 10 livros para ler antes de ver o filme
» 5 livros para transformar a sua produtividade
» Todas as notícias de Cultura

 

Confira 34 bons livros para quem não tem tempo

 

* Em português:

1- “O Estrangeiro”, de Albert Camus

2- “A Revolução dos Bichos”, de George Orwell

3- “O Velho e o Mar”, de Ernest Hemingway

4- “O Apanhador no Campo de Centeio”, de J.D. Salinger

5- “O Grito da Selva”, de Jack London

6- “Quatro Estações”, de Stephen King

7- “Cândido, ou o Otimismo”, de Voltaire

8- “A Invenção de Morel”, de Adolfo Bioy Casares

9- “O Senhor das Moscas”, de William Golding

10- “A Balada do Café Triste”, de Carson McCullers

11- “Cartas na Rua”, de Charles Bukowski

12- “Os Sofrimentos do Jovem Werther”, de Johann Wolfgang von Goethe

13- “Notas do Subterrêneo”, de Fiódor Dostoievski

14- “Um Dia na Vida de Ivan Denisovich”, de Alexander Soljenítsin

15- “Ratos e Homens”, de John Steinbeck

16- “Morte em Veneza”, de Thomas Mann 

 

*Em inglês:

17- "The Call of the Wild", de Jack London

18- "Three Tales", de Gustave Flaubert

19- "The Wall", de Jean-Paul Sartre

20- "The Snows of Kilimanjaro", de Ernest Hemingway

21- "Do Androids Dream of Electric Sheep?", de Philip K. Dick

22- "The Driver’s Seat", de Muriel Spark

23- "The Awakening", de Kate Chopin

24- "Tristessa", de Jack Kerouac

25- "Satori In Paris", de Jack Kerouac

26- "After the Quake", de Haruki Murakami

27- "Goodbye Tsugumi", de Banana Yoshimoto

28- "Ethan Frome", de Edith Wharton

29- "Mrs. Caliban", de Rachel Ingalls

30- "The Visitor", de Maeve Brennan

31- "The Dead", de James Joyce

32- "King Cophetua", de Julien Gracq

32- "The Crying of Lot 49", de Thomas Pynchon

33- “Anthem”, de Ayn Rand

34- “Bonjour Tristesse”, de Françoise Sagan 



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.