Notícias

Arte do dia: 7 obras de Iris Scott [+ entrevista com a artista]

      
Arte do dia: 7 obras de Iris Scott [+ entrevista com a artista]
Arte do dia: 7 obras de Iris Scott [+ entrevista com a artista]  |  Fonte: Reprodução

Dica: Clique na imagem para uma versão maior!

sunflower-triptych-iris-scott
FICHA TÉCNICA - SUNFLOWER TRIPTYCH (TRÍPTICO DE GIRASSÓIS)

Autora: Iris Scott
Técnica: Pintura a dedo
Movimento: Instintualismo

jake-the-giant-iris-scott
FICHA TÉCNICA - JAKE THE GIANT (JAKE O GIGANTE)

Autora: Iris Scott
Técnica: Pintura a dedo
Movimento: Instintualismo

fox-fire-iris-scott

FICHA TÉCNICA - FOX FIRE (RAPOSA DE FOGO)

Autora: Iris Scott
Técnica: Pintura a dedo
Movimento: Instintualismo

francesca-iris-scott
FICHA TÉCNICA - FRANCESCA

Autora: Iris Scott
Técnica: Pintura a dedo
Movimento: Instintualismo

gemini-peacocks-iris-scott
FICHA TÉCNICA - GEMINI PEACOCKS (PAVÕES GEMINIANOS)

Autora: Iris Scott
Técnica: Pintura a dedo
Movimento: Instintualismo

coy-iris-scott
FICHA TÉCNICA - COY (TÍMIDO)

Autora: Iris Scott
Técnica: Pintura a dedo
Movimento: Instintualismo

blue-vase-iris-scott
FICHA TÉCNICA - BLUE VASE (VASO AZUL)

Autora: Iris Scott
Técnica: Pintura a dedo
Movimento: Instintualismo

Iris Scott é uma artista de Nova York que pinta quadros vívidos apenas com os seus dedos. Ela é a primeira artista do mundo a completamente trocar os pincéis por luvas de látex, e legitimizar a técnica. A Universia Brasil falou com a artista sobre a suas obras, carreira e opiniões sobre o mundo da arte. Confira as suas respostas a seguir.

Entrevista com Iris Scott

Universia Brasil: "Como você começou a pintar com os dedos?"
Iris Scott: "Eu nem sempre pintei com óleos como pinto agora. Na verdade, quando era criança eu odiava pintura com os dedos porque era tão bagunçada e fora de controle. Quando era nova eu preferia um lápis. Nos meus primeiros anos e na faculdade eu foquei principalmente em desenvolver minhas habilidades de desenho e pintura, eu testei a maior quantidade de meios que pude, incluindo tinta acrílica, aquarela, óleos, cores pasteis, ect.

Em 2010, depois de me formar na faculdade, enquanto vivi no Taiwan por um ano, eu simplesmente fiquei sem pinceis limpos e não queria parar minha pintura a óleo para limpar as cerdas dos pincéis. Impulsivamente comecei a pintar com os dedos, e percebi instantaneamente que essa era uma incrível nova tecnologia. Pintura a dedo era uma técnica intocada, nenhum artista no momento estava realmente explorando ela, mesmo que a irônica verdade seja que pintar com os dedos é a mais antiga estratégia de pintura da raça humana. Eu rapidamente fui procurar luvas de látex no Taiwan e mergulhei na fina arte de pintar com os dedos com toda a minha mente, corpo e alma. Em 2010 eu tomei a decisão de dedicar o resto da minha vida a descobrir quão longe conseguia chegar pintando com os dedos. Nunca mais pintei com pincéis. Sou uma pintora em tempo integral desde então, e agora vivo e trabalho no Brooklyn, em Nova York."

Universia Brasil: "Na sua opinião, qual o papel da arte na vida das pessoas?"
Iris Scott: "Eu acho que o papel da arte na vida das pessoas cai em três categorias: artista, colecionador e apreciador.

Para o artista, o papel da arte é conectar você com a energia criativa que pulsa na humanidade e alimenta a evolução. Arte para quem é artista como eu se torna uma meditação diária, um estilo de vida. De muitas formas fazer arte tem o mesmo papel de um cônjuge. Você pode dizer que eu estou em um relacionamento firme com a arte, estou apaixonada.

Para um colecionador a arte é algo completamente diferente, é uma caça por exos tangíveis da sua própria identidade, uma reflexão dos seus valores, altares para os seus sistemas de crenças. Para outros colecionadores a arte pode ser só um investimento ou símbolo de status.

Já para os apreciadores de arte, ela é uma forma de escapar do mundano, e talvez uma janela para um futuro em potencial. Eu acredito que a arte e o amor são tudo o que importa, porque ambas representam conexão, e sem isso uma pessoa está só flutuando na enorme solidão da não individualidade. Arte é criação. Arte é o oposto de nada."

Universia Brasil: Você pinta com referências?
Iris Scott: "Claro! Porque eu tentaria depender da minha mente não-fotográfica se eu posso olhar para fotos? Todos os cachorros que já pintei são reais, e o labrador amarelo se chama Jake, mas ele faleceu em 2016."

Universia Brasil: "Você pode falar um pouco sobre o movimento artístico do qual você faz parte, o Instintualismo?"
Iris Scott: "Instintualismo é um movimento de arte moderna iniciado em Nova York, em 2006. Ele é uma reação à arte contemporânea com a sua avalanche de temas não representativos. Além disso, esse novo movimento está se desviando de temas centralmente humanos. Por quase 100 anos o mundo da arte está obcecado com tudo que é produzido pela humanidade, com ênfase à figura masculina, e pouco respeito para o lugar da natureza na arte moderna. A arte contemporânea pelo mundo todo é absolutamente sem natureza, paisagens, animais, ect.

O Instintualismo quer continuar de onde os pós-impressionistas como Van Gogh e Monet pararam. Algumas pessoas têm observado que as pinturas Instintualistas também parecem refletir o movimento chamado Art Nuevo. Os artistas que se chamam instintualistas são inclusivos e querem que sua arte seja amada por muitos, e não só a elite. Então eles não fogem de oportunidades para pessoas de diferentes faixas socioeconômicas, quadros são vendidos para salas de estar que normalmente não veriam obras de arte originais. O Instintualismo é infeccioso e tem um apelo poderoso. Ele não precisa de longos discursos dos artistas para ser entendido.

Enquanto a arte contemporânea foi por anos algo que só os super ricos eram capazes de entender, o movimento abraça a distribuição de impressões baratas para as massas, num esforço de ser o mais acessível possível. O Instintualismo quer se conectar, tocar as pessoas, ser amado pelas massas, por adultos e crianças. Ele quer trazer de volta esses elementos que a arte moderna ignorou e ser uma arte cheia de cores, natural, abundante viva. Pinturas como essas podem ser rotuladas como energizadoras. O objetivo não é criticar o mundo presente, mas sonhar um futuro melhor."

Universia Brasil: "Um conselho para jovens artistas?"
Iris Scott: "Não pule o aprendizado de desenho e pintura, e certamente aprenda o foto realismo antes de tentar quebrar as regras do realismo. Picasso podia desenhar como um deus, por isso suas pinturas abstratas eram tão lindas! Outra coisa, coloque o preço das suas obras lá embaixo no início. E COPIE os seus artistas favoritos antes de tentar reinventar a roda."

Universia Brasil: "Como você inclui um pouco de arte na sua vida?"
Iris Scott: "Antes que eu pudesse pagar por tintas a óleo e telas, eu colecionava revistas. Eu recortava as imagens em pequenos pedaços e as rearranjava para formar cenas fantásticas, depois colava tudo. As revistas têm tantas cores que você pode usar, e eu recomendo criar essas colagens, elas são lindas e vivas!"

Coloque essa arte na sua vida:

» Site da artista
» Instagram da artista
» Canal do youtube da artista
» Compre uma cópia dos quadros aqui



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.