Notícias

Conheça os detalhes sobre o novo Fies

      

O Fies

O programa foi criado em 2001 e tem por objetivo oferecer financiamento para estudantes de cursos superiores pagos, desde que as instituições responsáveis sejam reconhecidas pelo Ministério da Educação e inscritas no Fies.

A proposta é a de facilitar o acesso de estudantes de todo o país a instituições de ensino superior com flexibilidade no pagamento de inscrições e matrícula.

 

Os requisitos

Para estar apto à participação no Fies, o estudante deve cumprir duas exigências ou requisitos. O primeiro deles está ligado à participação no Exame Nacional do Ensino Médio. O aluno deve ter participado a partir da edição de 2010 do Enem, obtendo média entre as suas notas igual ou superior a 450 e nota da redação superior a zero.

O segundo está ligado à renda. O candidato precisa possuir renda familiar per capita de até três salários mínimos para uma das modalidades ou até cinco salários mínimos para as demais.

 

As alterações

A maior mudança nas normas do Fies está na criação de tipos ou modalidades de financiamento. Agora são 3 categorias, com características particulares e atendendo a diferentes faixas e perfis de alunos. Além disso, foram criadas mais 310 mil vagas para este ano, com 100 mil apresentando juro zero e destinadas aos estudantes mais carentes.

O prazo de carência anterior, 18 meses a partir da conclusão do curso, foi finalizado. Na nova edição, o estudante deverá iniciar o pagamento imediatamente no mês posterior ao fim de seu curso, caso esteja empregado. As prestações serão cobradas diretamente no salário de seu emprego formal. No caso de não possuir renda, poderá quitar a dívida em prestações iguais ao valor mínimo de pagamento. No total, o aluno terá 14 anos para finalizar o débito.

 

As modalidades

O novo Fies se divide em categorias para os financiamentos, sendo elas:

 

Fies 1

Alunos com renda familiar per capita inferior a 3 salários mínimos, com taxa de juro zero.

 

Fies 2

Alunos com renda familiar per capita inferior a 5 salários mínimos, com taxas de juros de empréstimos de fundos regionais (entre 2,5% a 3%). Só pode ser concedido nas regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste.

 

Fies 3

Alunos com renda familiar per capita inferior a 5 salários mínimos, com taxas definidas por bancos privados.



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.