Notícias

A Origem do Dia Internacional da Mulher

      

O Dia Internacional da Mulher, celebrado hoje, tem o objetivo de lembrar, preservar e fomentar as conquistas e direitos.

Foram muitos os fatos que marcaram a história e eternizaram a luta por igualdade ao redor do mundo, inclusive no Brasil. Tanto que todo ano a data tem vasta programação em comemoração ao dia 8 de março.

Saiba um pouco, através deste artigo, sobre a origem do Dia Internacional da Mulher. Confira!

 

Incêndio em fábrica

Histórias contam que a data teria surgido a partir de um incêndio em uma fábrica têxtil de Nova York, em 25 de março de 1911, quando cerca de 130 operárias morreram carbonizadas.

Tal tragédia marcou a trajetória das lutas feministas ao longo do século 20, mas os eventos que levaram à criação da data são bem anteriores a este acontecimento.

 

Primeiro Dia da Mulher nos Estados Unidos

Desde o final do século 19, organizações femininas formadas através de movimentos operários protestavam em vários países da Europa e nos Estados Unidos.

Já o primeiro Dia Nacional da Mulher foi celebrado em maio de 1908 nos Estados Unidos, quando cerca de 1.500 mulheres aderiram a uma manifestação em prol da igualdade econômica e política no país.

 

Movimentações no Brasil

No Brasil, as movimentações em defesa dos direitos da mulher surgiram pelos grupos anarquistas, no início do século 20 – época em que se buscavam melhores condições de trabalho e qualidade de vida.

 

Diálogo com o Estado

Em 1982, o feminismo passou a manter um diálogo importante com o Estado, com a criação do Conselho Estadual da Condição Feminina em São Paulo e, em 1985, com o aparecimento da primeira Delegacia Especializada da Mulher.

 

ONU assina acordo internacional

Em 1945, a Organização das Nações Unidas (ONU) assinou o primeiro acordo internacional que afirmava princípios de igualdade entre homens e mulheres. Em 1975, comemorou-se oficialmente o Ano Internacional da Mulher. Foi somente em 1977, porém, que o “8 de março” foi reconhecido oficialmente pelas Nações Unidas.

 

Lei Maria da Penha

Uma grande conquista para as mulheres brasileiras ocorreu em 7 de agosto de 2006, quando o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou a Lei Maria da Penha, criada para combater a violência doméstica contra a mulher no Brasil.

A norma estabelece como crime qualquer violência doméstica – física, psicológica, sexual e patrimonial.

 

Luta durou quase 10 anos

Mãe de três filhos, Maria da Penha levou um tiro nas costas enquanto dormia, em maio de 1983. O disparo, efetuado por seu marido Marco Antonio Heredia Viveros, deixou a mulher paraplégica.

Ela lutou por quase 10 anos para ver o seu agressor punido: 16 meses em regime fechado. Viveros já havia sido condenado outras duas vezes, mas conseguiu a liberdade através de recursos.



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.