Notícias

Como saber se um estágio complementa (ou não) a sua formação

      

O estágio é, por definição, parte do processo educacional e, em grande parte das vezes, faz parte das exigências da grade curricular do aluno. Dessa forma, realizá-lo de maneira desligada à aplicação dos conteúdos trabalhados em aula significa não aproveitar o seu verdadeiro potencial.

 

Dicas para formalizar o seu estágio

 

É bastante comum que as vagas e posições de estágio em empresas não sejam exatamente ligadas ao que o estudante vivencia na faculdade (ou no ensino técnico). Assim, é importante ter mecanismos para identificar os sinais e saber se umestágio complementa (ou não) a sua formação.

 

Exploração

Sente que as atribuições que lhe são passadas não são conectadas ao perfil do seu curso e são um pouco exageradas? Talvez você esteja sendo explorado no seu estágio.

É evidente que o estagiário deve estar aberto ao aprendizado e ao desenvolvimento de funções complexas, mas você será capaz de notar uma situação na qual os seus supervisores lhe delegam atividades que ninguém mais deseja.

 

Falta de orientação

Passou semanas trabalhando na empresa e não sabe bem quem é o seu supervisor direto ou não conhece as autoridades que devem ser buscadas em caso de problema ou dúvidas? Este não é um bom sinal.

Uma posição de estágio que não ofereça condições mínimas de orientação não adicionará nada para o currículo e formação do aluno.

 

Descuido com os detalhes

Desde o seu início, um estágio passa por etapas muito importantes de formalização. O termo de compromisso (também conhecido como “contrato”) e o plano de atividades, por exemplo, são essenciais para o começo das atividades.

Caso a empresa concedente não tenha lhe fornecido informações claras e se mostrou ausente em qualquer parte do processo, é interessante ligar o alerta vermelho. O descuido com detalhes como esses é sinal de desorganização corporativa.

 

Substituição conveniente

Tem a impressão de que foi contratado para ocupar o lugar de um funcionário na empresa? Isso é um problema. Estágios não configuram vínculos empregatícios e são regidos por regulamento próprio (a Lei de Estágios).

Não aceite mais exploração na forma de uma substituição conveniente para o empregador, mas errada perante a legislação.

 

*

Estes são alguns dos sinais que funcionam como alerta. Preste bastante atenção e observe o comportamento dos colegas, bem como no cotidiano das suas atividades, para identificar quando um estágio não complementa sua formação.









Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.