Notícias

7 fatos sobre a vida de José de Anchieta

      

Jesuíta nascido em 19 de março de 1534, em Tenerife, nas Ilhas Canárias, José de Anchieta dedicou sua vida ao ensino e ao sacerdócio. É também fundador da cidade de São Paulo e pioneiro da literatura do Brasil.

Anchieta tem ascendência nobre por parte do pai e judaica pelo lado da mãe. Aos 14 anos de idade, foi levado a Portugal para “fugir” de perseguições religiosas e também adquirir formação intelectual.

Nessa mesma época, inclusive, estudou filosofia no Colégio das Artes – pertencente à Universidade de Coimbra. Conheça sete fatos sobre a vida de José de Anchieta.

 

1. Fundador de São Paulo

Aos 19 anos, Anchieta recebeu convite para vir ao Brasil. Em 13 de julho de 1534, desembarcou numa região denominada Vila de São Vicente, que pertencia à nova colônia portuguesa.

Ainda no mesmo ano, se instalou no Planalto de Piratininga, onde ajudou a fundar o núcleo urbano que viria a ser a maior metrópole do hemisfério sul: a cidade de São Paulo.

 

2. Relíquias do jesuíta

José de Anchieta era um padre jesuíta. Na mesma cidade que ajudou a fundar (São Paulo) estão instalados um museu e uma igreja conhecida como Pátio do Colégio, onde podem ser vistas duas relíquias do padre: o manto que ele usava e o fêmur de uma de suas pernas.

 

3. Tupi-guarani

Com o passar dos anos, Anchieta se tornou fluente na língua tupi-guarani, vindo a publicar o livro “Arte da Gramática da Língua Mais Falada da Costa do Brasil”. O jesuíta também tinha facilidade para escrever poemas em latim, espanhol e português.

 

4. Pioneiro

José de Anchieta é considerado pioneiro na dramaturgia, poesia e gramática nascido no arquipélago das Canárias. Escrito pelo jesuíta, “Des Gestis Mendi de Saa” (Os Feitos de Mem de Sá) foi o primeiro poema épico do continente americano e o pioneiro poema brasileiro impresso. 

 

5. Canonizado

Declarado beato pelo papa João Paulo II – em 1980 –, José de Anchieta foi ainda canonizado pelo papa Francisco, em 2014, passando a ser chamar São José de Anchieta.

 

6. Homenagens  

Várias vias urbanas levam o nome de Anchieta, como a rua Anchieta, em Pelotas, no Rio Grande do Sul; bairros (caso do bairro Anchieta, no Rio de Janeiro); cidade (como a cidade de Anchieta, no Espírito Santo); e rodovia - rodovia Anchieta, que liga São Paulo ao litoral paulista.

 

7. Apóstolo do Novo Mundo

José de Anchieta morreu em 9 de junho de 1597, na cidade de Reritiba, Espírito Santo. Ficou conhecido como “apóstolo do Novo Mundo” e “curador de almas e corpos”, por conta de seus esforços para expandir o cristianismo nas Américas.






Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.