Notícias

Confira 7 dicas práticas de como economizar na faculdade

      

Muita gente diz que a época da faculdade é uma das melhores fases da vida. Contudo, nem sempre esse período é um mar de rosas. Afinal, contas para pagar, mensalidades e diversas despesas do dia a dia podem dificultar a experiência universitária.

Muitos estudantes buscam formas de economizar na faculdade, a fim de não ultrapassar os limites do mês, não acabar caindo em dívidas e ainda conseguir economizar um pouco para quando a graduação terminar.

Pensando nisso, separamos 7 dicas que vão ajudá-lo a reduzir os gastos sem comprometer sua rotina e qualidade de vida, garantindo uma mente tranquila e longe das aflições financeiras. Veja só!

1. Faça um planejamento financeiro

O primeiro passo para quem quer economizar na faculdade é ter controle sobre os gastos. É possível fazer isso por meio de um bom planejamento, que identifique os valores de entrada (os ganhos) do mês e as despesas — sejam elas fixas, como o aluguel e a mensalidades, ou variáveis, como alimentação. Lembre-se de listar todos os seus gastos, mesmo que sejam bem pequenos. Até o cafezinho na cantina deve entrar na lista!

Depois de ter tudo na ponta do lápis, estabeleça metas de acordo com a sua realidade. Você pode estipular um valor mensal para poupar, ou definir um teto de gastos com algum tipo de atividade, como lazer.

Outro ponto é cortar gastos desnecessários e excessivos. Que tal substituir a academia por exercícios ao ar livre e trocar o plano de telefonia por um mais barato?

É importante lembrar que um bom planejamento só funciona se for revisto e reavaliado constantemente, para que você saiba se está de fato cumprimento com as metas. Por isso, não abandone seu plano após alguns meses.

2. Use a tecnologia a seu favor

Uma forma de facilitar o planejamento financeiro é utilizar tecnologias de controle de gastos, o que inclui tanto planilhas convencionais, como o Excel, quanto aplicativos de finanças para celulares. A segunda opção tende a ser mais flexível e prática, porque existem apps que organizam e classificam seus gastos de acordo com os registros que você faz a cada compra.

As classificações podem ser, por exemplo, de tipos de despesas: alimentação, contas da casa, lazer etc. Isso ajuda muito na hora de perceber para onde seu dinheiro está indo. Além disso, os apps estão sempre à mão e, com eles, são menores as chances de você deixar uma despesa passar despercebida.

3. Repense a sua alimentação

Muitos estudantes acabam gastando muito com alimentação fora de casa, principalmente em lanchonetes e restaurantes da faculdade. Porém, a comida adquirida no supermercado e preparada em casa é muito mais barata, além de saudável.

Dessa forma, opte sempre por comer em casa ou levar lanches para a faculdade. Frutas e sanduíches caseiros são ótimas alternativas.

Caso tenha que passar longos períodos na faculdade e não dê para levar sua própria refeição, tente encontrar opções mais em conta, como bandejões ou restaurantes baratos nos arredores da universidade. Essas atitudes vão impactar diretamente no fechamento das contas no final do mês.

4. Reutilize material didático

Os livros caros e os incontáveis xerox que são necessários para acompanhar as aulas costumam ser o pesadelo de muitos estudantes. Mas existem algumas formas de economizar com esse material.

Você pode, por exemplo, conferir a lista de leituras das disciplinas e ir direto na biblioteca verificar quais livros estão disponíveis. Assim, você não gasta com cópias e novos materiais.

Outra opção é procurar pelos títulos em sebos ou com alunos antigos. Além disso, você poderá revender posteriormente os livros que adquiriu e conseguir um dinheirinho extra.

5. Otimize o seu transporte

Outro gasto inevitável é com o deslocamento até a universidade, principalmente para quem mora longe do campus. Para economizar, usar o transporte público é uma excelente opção.

Mas o sistema de caronas pode ser ainda mais vantajoso. Por isso, encontre pessoas que vão de carro pelo mesmo trajeto que você e estão dispostas a compartilhar o valor do combustível. Uma forma de encontrar essas parcerias é na própria faculdade ou por meio de grupos em redes sociais. Geralmente o rateio desse valor é mais barato do que as passagens de transporte público.

Há, também, a alternativa de usar uma bicicleta. Essa dica é válida para quem tem um acesso tranquilo ao campus, com poucos morros e trajeto seguro.

6. Busque bolsas e financiamentos

Alguns estudantes se veem diante de um dilema quando percebem que, de fato, o dinheiro disponível não é suficiente para arcar com as despesas da faculdade.

Dessa forma, os financiamentos podem ser a saída para que o aluno consiga diminuir a mensalidade e pagar a universidade com um prazo maior, inclusive no período após a formação.

Outro jeito de economizar com as mensalidades é o programa de bolsas que oferece descontos em variadas porcentagens, algumas chegando a 100% do valor da mensalidade. Mas é importante lembrar que, para fazer parte de um desses programas, o aluno deve manter os rendimentos satisfatórios e as notas altas durante o curso.

7. Faça estágios

Além de economizar na faculdade, muitas vezes também é necessário aumentar a renda. Uma das formas mais práticas e proveitosas de fazer isso é realizar estágios em grandes empresas ou receber bolsas de pesquisa por participar de uma iniciação científica.

Esses rendimentos ajudam a complementar a renda mensal e dar um alívio nas contas. Isso sem falar que essas experiências são essenciais para crescer profissionalmente e turbinar o currículo!

Essas são algumas dicas práticas e reais para você conseguir economizar na faculdade. Seguindo esses conselhos e criando o hábito de poupar, suas contas vão fechar no final do mês e você não vai se estressar com sua vida financeira.

Lembre-se de que, para dar tudo certo, é preciso ter comprometimento e pensamento estratégico sempre. Com isso, você vai aproveitar melhor a sua fase na faculdade, tanto em aprendizado quanto em diversão.

Se você gostou deste conteúdo e quer saber mais sobre finanças para universitário, que tal começar a trabalhar como freelancer e aumentar sua renda?



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.