Tuesday :: 29 / 07 / 2014

AdemásNotícias | Arte por dia | Enem 2014 | Livros grátis | Cadastre-se | MAPA DEL SITIO

Noticia

Como entrar na UnB


ImprimirImprimirEnviar a un amigo EnviarPDFPDF

Não adianta negar. No fundo, todo vestibulando do Distrito Federal tem o mesmo sonho: entrar na Universidade de Brasília (UnB). A única instituição pública, gratuita e reconhecida nacionalmente da capital federal. Uma das cinco melhores universidades do país, segundo resultados do Exame Nacional de Cursos (Provão). Sem dúvida, a melhor da cidade. Concretizar esse sonho, no entanto, é tarefa de Hércules. Todo semestre, milhares de estudantes disputam uma das 1.980 vagas da instituição.

Seja pelo vestibular, seja pelo Programa de Avaliação Seriada (PAS) - que mede o conhecimento dos estudantes durante os três anos do ensino médio. Os dois processos exigem muito do candidato. Qual o mais difícil? Depende. Olhando pelo número de concorrentes, o vestibular.

Analisando o grau de dificuldade das provas, o PAS (leia quadro). Qual o mais justo? Para quem sai do ensino médio, sem dúvida, o PAS. ''A concorrência é equilibrada, todo mundo tem a mesma idade e conhecimento'', diz Mauro Rabelo, gerente de processo seletivo do Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe).

Quem presta vestibular, tem de estudar todo o conteúdo do ensino médio de uma só vez. Se for mal no exame, tem seis meses para melhorar e tentar de novo. No PAS, as matérias são cobradas homeopaticamente, ano a ano, conforme a série do aluno. Quem tirar nota baixa na primeira etapa, não precisa desistir de tudo. Esta fase tem peso um. Portanto, pode-se recuperar a nota na segunda (peso 2) ou terceira etapa (peso 3).

Bin Laden

A prova de redação é o bichopapão de muitos candidatos ao vestibular. O medo de escrever bobagens é imenso. A angústia de redigir um texto contra o relógio, maior ainda. Por isso, muitos vestibulandos sentem uma pontinha de inveja de quem faz PAS. Afinal, eles não fazem teste de redação. Ao invés disso, respondem quatro questões discursivas sobre qualquer assunto estudado no ensino médio. Achou fácil? Não se engane. No vestibular, a banca examinadora analisa apenas a coerência, coesão e ortografia dos textos dos alunos. Se alguém escrever que Osama Bin Laden é presidente dos Estados Unidos é erro grave.Mas a careta do avaliador será menos feia quando comparada à que ele fará ao ler ''a maioria foram''.

Ou uma redação sobre laser quando o tema proposto tratava de lazer. No PAS é diferente. Leva-se em conta, também, a qualidade de informação das respostas. ''Não adianta o aluno ter um texto belíssimo, se não responder as questões corretamente'', garante Mauro Rabelo. Além disso, podese cobrar textos dissertativos, argumentativos, narrativos e até mesmo cartas dos candidatos. Apesar disso, boa parte dos alunos do DF acha o Programa de Avaliação Seriada mais fácil que o vestibular. ''O PAS é melhor porque cai menos conteúdo e, conseqüentemente, o estresse é menor'', analisa Anderson Ribeiro, 16 anos, aluno do 3º ano do Colégio Militar.

O jovem, candidato ao curso de Ciências da Computação, faz cursinho na Asa Sul. E acredita: tem condições de passar no PAS no final do ano. ''Por via das dúvidas, vou me inscrever também no vestibular'', admite. Afinal, quem concorre aos dois processos de seleção, tem mais chances de conquistar uma vaguinha na UnB.

Prós e Contras

Garantir uma vaga na UnB não é fácil. O Programa de Avaliação seriada é menos concorrido, mas a exigência é maior. Já o vestibular exige disposição dos candidatos. São milhares de pessoas brigando para entrar na universidade. O estresse é maior. Mas qual dos dois é o mais difícil? Descubra a seguir.

PAS

Quatro dias de prova (um para no primeiro ano do ensino médio, um no segundo e dois no terceiro) A prova é dividida em três partes: linguagens e códigos; ciências sociais e ciências da natureza e matemática. São 45 questões em cada etapa totalizando 135 perguntas As matérias exigidas se referem ao ano que o aluno acabou de concluir no ensino médio Os alunos têm prova de artes. Eles podem optar pelas seguintes áreas: visual, música ou cênica Quatro questões discursivas ao invés da prova de redação.

Isso exige maior conhecimento do aluno porque ele, além de escrever um bom texto, tem de dar a resposta correta ao enunciado. Além disso, trabalham-se outros estilos de texto como narrativas ou cartas O candidato faz prova na escola onde estuda.

Como está em um ambiente familiar, entre pessoas conhecidas, o estresse é menor A concorrência é menor que o vestibular, mas está melhor preparada A nota de corte é maior. Para passar no PAS é preciso acertar pelo menos 20% da prova objetiva (V ou F) e 25% das questões discursivas (que equivalem à redação)

Vestibular

Três dias consecutivos de prova A prova é divida em disciplinas. No primeiro dia, o candidato faz exame de língua portuguesa, língua estrangeira e redação. Nos segundo é a vez de biologia, química e física.

No terceiro, geografia, história e matemática. Em Cada prova tem 15 questões objetivas (V ou F). Ao todo são 120 perguntas. Exige-se todo o conteúdo do ensino médio Os candidatos não têm prova de artes Redação dissertativa. A banca avalia apenas coerência, coesão, ortografia e fuga ao tema O aluno faz prova na universidade ou em outros locais.

O número de pessoas é imenso e o estresse maior A concorrência é bem maior, mas não tão preparada A nota de corte é de 12% das questões objetivas (V ou F). Na redação, basta tirar mais de zero para passar

Fonte:Correio Braziliense







RSS   


Comentarios para esta noticia

 

Publicidad

Publicidad