Notícias

 
O Ministério da Educação já credenciou 18 instituições de Ensino Superior que oferecem cursos na modalidade a distância. Onze deles são de licenciatura plena, três de bacharelado e há cinco programas de pós-graduação lato sensu. Só este ano, 34 instituições pediram credenciamento para oferecer cursos superiores a distância. Os padrões de qualidade exigidos pelo Ministério da Educação para autorizar uma instituição a atuar neste modelo de ensino são iguais aos solicitados ao aprendizado convencional, com a presença do aluno na sala de aula. Principalmente no que se refere às competências e habilidades a serem adquiridas durante a formação.

A carga horária de ambos é equivalente, assim como a integralização curricular. Os diplomas registrados têm o mesmo valor dos obtidos no sistema tradicional. Os cursos passam pela Avaliação das Condições de Ensino e os formandos são obrigados a fazer o Exame Nacional de Cursos, o Provão.

Os cursos autorizados ainda têm alcance geográfico limitado. Apesar de a legislação permitir a transposição das fronteiras estaduais, apenas a Faculdade de Administração de Brasília fixou-se em cinco estados. Antes, fez parcerias para garantir infra-estrutura ao atendimento dos alunos nos momentos presenciais dos cursos, desde treinamento em laboratórios a provas. No caso das licenciaturas, os futuros professores devem cumprir 400 horas de estágio e outras 400 horas de prática, em sala de aula.

Fonte: Jornal de Brasília
  • Fonte:


Tags:
Comentar

Comentários

    Ver mais 20 resultados

    Comente

    Ver mais

    Entrevistas com professores

    Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.