Aviso de cookies

Por meio de cookies próprios e de terceiros, coletamos informações para fornecer melhores serviços a todos os usuários. Compilamos informações estatísticas sobre a sua navegação para mostrar uma publicidade que tenha relevância com seus hábitos de navegação. Sempre que quiser, poderá desativar os cookies do seu browser. Se continuar navegando, consideramos que aceita os termos da política de utilização de cookies.

text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

 
O Governo estadual beneficiará mil estudantes com o Programa Bolsa Universitária e estágio no segundo semestre deste ano. As inscrições podem ser feitas nas próprias universidades de hoje até o fim deste mês. A Fundação Estadual do Trabalho espera a inscrição de aproximadamente 3 mil universitários em Campo Grande, Corumbá, Três Lagoas e Ponta Porã.

O Projeto Bolsa Universitária contemplará 500 acadêmicos com redução de 70% no valor da mensalidade, cujo valor máximo não deverá ultrapassar R$ 600 por mês. O Governo estadual pagará 50% do valor, que estará condicionado ao limite máximo de R$ 300 por mês. As universidades entrarão com contrapartida de 20%. O acadêmico pagará 30% do valor.

Apesar de não fazer restrições a nenhum curso, o programa acaba eliminando estudantes dos cursos mais caros, como Medicina e Odontologia, cujas mensalidades superam o valor de R$ 1,2 mil. De acordo com a Fundação de Trabalho, os beneficiados devem ser estudantes da área social, licenciatura e pedagogia.

Em troca das bolsas, os universitários deverão trabalhar como estagiários em órgãos públicos estaduais. A jornada máxima por dia será de quatro horas. As inscrições devem ser feitas a partir de hoje. O resultado da seleção, que inclui entrevista e visita para conferir in loco a situação do candidato, será divulgado até o dia 15 de julho. O investimento mensal será de R$ 2 milhões.

Fonte: Correio do Estado - Campo Grande
  • Fonte:


Tags:
Comentar

Comentários

    Ver mais 20 resultados

    Comente

    Ver mais