Monday :: 28 / 07 / 2014

TambémNotícias | Arte por dia | Enem 2014 | Livros grátis | Cadastre-se | MAPA DO SITE

Noticia

O que é o Prédio Inteligente


ImprimirImprimirEnviar a un amigo EnviarPDFPDF


Imagine morar em um apartamento onde as fechaduras são abertas através da leitura da íris do dono, os equipamentos eletrônicos são acionados pela voz e os ambientes são preparados para monitorar pessoas de terceira idade. Parece sonho, não? Mas essas são apenas algumas das parafernálias do Prédio Inteligente, que será apresentado no Brasiltec 2003.

O Prédio Inteligente, construído dentro do salão do Expo Center Norte com soluções pré-fabricadas, tem como objetivo exibir as novas tecnologias de empresas de construção civil, automação, segurança, decoração, serviços e entretenimento. Além disso, de acordo com a diretora do projeto, Andréa Lemos Britto, a iniciativa serve para revelar que a informática pode ser facilmente integrada a diversos tipos de ambientes e proporcionar um maior conforto para as pessoas.

Andréa tem bons motivos para afirmar isso. As inovações que serão apresentadas no Prédio Inteligente, que ocupa uma área de 3.500 mý da exposição, vão mostrar, de modo realista, a convergência entre aparelhos eletrônicos e o homem em diversos ambientes de uma edificação. "Serão montados sistemas eletrônicos que auxiliam desde o estacionamento do carro na garagem até a entrada, com segurança, no apartamento", diz.

Dentre as soluções criadas para auxiliar o morador deste prédio, a diretora do evento cita o projetor de imagens de TV que "acompanha" o morador enquanto ele muda de cômodo. "Se ele estiver assistindo a um programa na sala e for para o quarto, automaticamente a transmissão das imagens irá acompanhá-lo o outro lugar". Além deste equipamento, Andréa destaca a interação direta do homem com o ambiente. "A partir de um comando de voz, será possível se conectar ao mundo pela Internet ou realizar videoconferências."

Além dos aparelhos e ambientes inteligentes que "entendem" o morador, o edifício é plugado na Internet. Segundo a diretora da iniciativa, essa conectividade possibilita o acesso a todas as tecnologias do apartamento de qualquer lugar do mundo, através de um computador conectado a Web. "Se o morador esqueceu alguma luz acesa, ele pode acessar a Internet e apagá-la remotamente. Isto funciona também para os objetos eletrônicos da casa", explicou. A conexão com a rede mundial de computadores também vai ajudar os pais preocupados com seus filhos. "Se `pintarï preocupação com as crianças dá para espiar, pela Internet, o que elas estão aprontando", brinca.

Esta conectividade com a Web possibilitou a criação de um "Loft" da terceira idade. Ou seja, um local onde os recursos eletrônicos são aplicados para ajudar a cuidar dos idosos. Andréa explica que, nesse ambiente, foi possível elaborar conceitos digitais para oferecer uma melhor qualidade de vida a quem sofre os problemas da idade avançada. "Soluções como reconhecimento de voz para ligar aparelhos eletrônicos, câmeras que disponibilizam imagens na Internet e, também, funções eletrônicas que avisam a hora de tomar o remédio foram desenvolvidas", enfatiza. "Com isso, foi elaborada uma importante ferramenta que auxilia os idosos e ajuda a aliviar a preocupação da família."

Na elaboração do projeto nada foi esquecido. Isso pode ser comprovado nas soluções desenvolvidas para atender os animais de estimação da família. Segundo Andréa, é possível controlar o horário de alimentação dos bichos. "Se o dono não estiver em casa, ele simplesmente pode acessar a Internet e liberar a comida para seu cão ou gato", conta. "Além disso, ele pode ver, por meio de imagens, a bagunça que seu animal está fazendo na casa". A diretora do projeto ressalta ainda que este procedimento pode ser programado para que a comida seja sempre liberada em uma determinada hora do dia.ÿ

Uma obra que pode entrar para o Guiness

Todos os objetos que equipam os ambientes do Prédio Inteligente foram trabalhados para revolucionar e, também, melhorar a qualidade de vida do homem. No entanto, não se pode esquecer da estrutura que está abrigando todos estes componentes. Feita com o que há de mais moderno em construção civil, este projeto é um modelo para a edificação de novos prédios.

De acordo com o engenheiro da Gafisa, empresa responsável pela construção do Prédio Inteligente, Rodrigo Aurichio Putinato, o conceito levado à Brasiltec 2003 permite uma construção em tempo recorde. "Com o trabalho de 500 pessoas por dia, vamos conseguir estruturar tudo em um prazo de 72 horas", diz. "Uma edificação equivalente, utilizando os processos atuais de construção, demoraria, no mínimo, quase 20 dias", compara.

Entretanto, não é só a engenharia que permitirá a construção neste curto espaço de tempo. Segundo Putinato, foi necessário realizar uma logística para que tudo dê certo quando começarem os trabalhos de montagem. "Avaliamos todos os espaços livres no salão, a entrada e saída dos caminhões de entregas, a disposição dos materiais de decoração e equipamentos eletrônicos e, também, a entrada de expositores. Tudo isso, com o objetivo de entregar a obra no prazo", contou. O engenheiro disse, ainda, que se eles conseguirem terminar tudo no tempo, entrarão para o "Guiness Book" (Livro dos Recordes) com a construção de um prédio mais rápida do mundo. "Vai ter uma equipe na construção conferindo se a gente consegue, ou não, realizar a façanha."

No entanto, esta agilidade e rapidez custa caro. Putinato revela que o Prédio Inteligente do Brasiltec 2003 é uma obra avaliada em torno de R$ 3,5 milhões, um valor muito alto se comparado às construções convencionais. "O conceito é caro porque ainda não é muito utilizado", ressalta. Ele acredita que o preço pode cair se houver um maior consumo da tecnologia. "Se o mercado absorver, o preço despenca e as construções ficam melhores, mais rápidas e, também, mais baratas", conclui.

Confira abaixo alguns dos inventos que serão apresentados no Prédio Inteligente:

Construção Civil: tecnologia de fabricação de produtos e equipamentos de construção; lançamentos e inovações da área.

Segurança: Biometria, monitoramento, fechaduras eletrônicas, alarmes e sistemas de prevenção a roubos.

Informatização e Automação predial, comercial, bancária e residencial: sistemas de comando de voz, organizador portátil de dados e telefonia celular convergente, entre outros.

Economia: técnicas para evitar o desperdício e aumentar a reutilização de água, reciclagem de lixo, tarifadores de energia e controle de iluminação.

Conforto: acionamentos automáticos de equipamentos eletrônicos, aspiração central, limpeza e cenários de iluminação.

Comunicação Visual, Decoração, Serviços e Entretenimento: home theater, jogos eletrônicos, sonorização e centrais multimídia







RSS   


Comentarios para esta noticia

 

Publicidad

Publicidad