Aviso de cookies

Por meio de cookies próprios e de terceiros, coletamos informações para fornecer melhores serviços a todos os usuários. Compilamos informações estatísticas sobre a sua navegação para mostrar uma publicidade que tenha relevância com seus hábitos de navegação. Sempre que quiser, poderá desativar os cookies do seu browser. Se continuar navegando, consideramos que aceita os termos da política de utilização de cookies.

text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

 
Uma universidade respeitada pelo mercado de trabalho, que investe na pesquisa, tem os melhores cursos e professores, e é pública. Para os estudantes que enfrentam a segunda fase do vestibular da Universidade Federal do Ceará (UFC), essas vantagens justificam a luta para conseguir uma das 3.625 vagas ofertadas anualmente na instituição. Para essa etapa, que termina hoje, 5, com a prova de Conhecimentos Específicos, estão concorrendo 12.558 candidatos.

A concorrência se repete todos os anos. Foram quase 43 mil candidatos inscritos para a primeira fase. Ontem, a Prova de Redação deu início à segunda fase do concurso. Chegar nessa etapa é um passo importante para quem sonha estudar em uma das maiores universidades do Nordeste. Pelo menos essa é a opinião de Mary Ann de Souza, 21. Ela diz que tem estudado muito para conseguir uma vaga no curso de Engenharia de Produção. "Não tem dúvida, a UFC é ainda melhor ". E lembra que o diploma da instituição faz a diferença no curriculum.

João Paulo Dias, 18, também prefere investir nos estudos para passar numa instituição de ensino superior pública e de qualidade. Aprovado no vestibular do Instituto Tecnológico da ãronáutica (ITA), onde vai estudar, está fazendo para Estatística na UFC. "Os melhores professores estão nas universidades públicas".

A exemplo dos vestibulares anteriores, foram apresentadas três propostas para a redação: produzir um texto em 1ª pessoa em que o vento, personagem principal faz o registro de passagens importantes em sua vida. A segunda exigia a criação de um texto em prosa no qual o candidato apresenta uma receita para enfrentar o medo e a última, foi fazer um texto para ser publicado numa página de opinião de uma revista, sobre a redução da maioridade penal de 18 anos para 16 anos. Para todos os temas, foram colocados textos motivadores.

Pela atualidade do assunto, muitos estudantes preferiram a terceira proposta. Mary Ann, por exemplo, diz que é a favor, mas reconhece que não é a solução. Ingrid Farias, 17, também fez a mesma opção. No entanto, defende que sejam criados mecanismos para melhorar a vida dos jovens.

A presidente da Comissão Coordenadora do Vestibular da UFC, Maria de Jesus de Sá Correia, diz que é uma responsabilidade muito grande montar um processo seletivo para atender a demanda que procura a instituição. Segundo ela, de um modo geral, a prova de ontem foi realizada sem problema. Ela afirma que por questão de segurança, apenas um candidato que estava com a fisionomia diferente da foto da identidade teve a identificação verificada. "Temos a consultoria do doutor Francisco Simão, que é médico da UFC, mas o documento era mesmo do candidato". Simão, que é diretor-científico da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, também coordena a parte de saúde do vestibular.

Fonte: O Povo Online
  • Fonte:


Tags:
Comentar

Comentários

    Ver mais 20 resultados

    Comente

    Ver mais