Friday :: 19 / 09 / 2014

MaisNotícias | Arte por dia | Enem 2014 | Livros grátis | Cadastre-se | MAPA DO SITE

Noticia

Redução da maioridade penal é tema da redação


ImprimirImprimirEnviar a un amigo EnviarPDFPDF

Uma universidade respeitada pelo mercado de trabalho, que investe na pesquisa, tem os melhores cursos e professores, e é pública. Para os estudantes que enfrentam a segunda fase do vestibular da Universidade Federal do Ceará (UFC), essas vantagens justificam a luta para conseguir uma das 3.625 vagas ofertadas anualmente na instituição. Para essa etapa, que termina hoje, 5, com a prova de Conhecimentos Específicos, estão concorrendo 12.558 candidatos.

A concorrência se repete todos os anos. Foram quase 43 mil candidatos inscritos para a primeira fase. Ontem, a Prova de Redação deu início à segunda fase do concurso. Chegar nessa etapa é um passo importante para quem sonha estudar em uma das maiores universidades do Nordeste. Pelo menos essa é a opinião de Mary Ann de Souza, 21. Ela diz que tem estudado muito para conseguir uma vaga no curso de Engenharia de Produção. "Não tem dúvida, a UFC é ainda melhor ". E lembra que o diploma da instituição faz a diferença no curriculum.

João Paulo Dias, 18, também prefere investir nos estudos para passar numa instituição de ensino superior pública e de qualidade. Aprovado no vestibular do Instituto Tecnológico da ãronáutica (ITA), onde vai estudar, está fazendo para Estatística na UFC. "Os melhores professores estão nas universidades públicas".

A exemplo dos vestibulares anteriores, foram apresentadas três propostas para a redação: produzir um texto em 1ª pessoa em que o vento, personagem principal faz o registro de passagens importantes em sua vida. A segunda exigia a criação de um texto em prosa no qual o candidato apresenta uma receita para enfrentar o medo e a última, foi fazer um texto para ser publicado numa página de opinião de uma revista, sobre a redução da maioridade penal de 18 anos para 16 anos. Para todos os temas, foram colocados textos motivadores.

Pela atualidade do assunto, muitos estudantes preferiram a terceira proposta. Mary Ann, por exemplo, diz que é a favor, mas reconhece que não é a solução. Ingrid Farias, 17, também fez a mesma opção. No entanto, defende que sejam criados mecanismos para melhorar a vida dos jovens.

A presidente da Comissão Coordenadora do Vestibular da UFC, Maria de Jesus de Sá Correia, diz que é uma responsabilidade muito grande montar um processo seletivo para atender a demanda que procura a instituição. Segundo ela, de um modo geral, a prova de ontem foi realizada sem problema. Ela afirma que por questão de segurança, apenas um candidato que estava com a fisionomia diferente da foto da identidade teve a identificação verificada. "Temos a consultoria do doutor Francisco Simão, que é médico da UFC, mas o documento era mesmo do candidato". Simão, que é diretor-científico da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, também coordena a parte de saúde do vestibular.

Fonte: O Povo Online







RSS   


Comentarios para esta noticia

 

Publicidad

Publicidad