Aviso de cookies

Por meio de cookies próprios e de terceiros, coletamos informações para fornecer melhores serviços a todos os usuários. Compilamos informações estatísticas sobre a sua navegação para mostrar uma publicidade que tenha relevância com seus hábitos de navegação. Sempre que quiser, poderá desativar os cookies do seu browser. Se continuar navegando, consideramos que aceita os termos da política de utilização de cookies.

text.compare.title

text.compare.empty.header

Notícias

 

Uma constante e terrível dor nos ombros. ? o sinal de que a ansiedade e o nervosismo pegaram você de jeito. E o que pior: querem acompanhá-lo durante todo o período em que você estará cara a cara com o último e mais importante desafio para ingressar na universidade: as provas do vestibular.

Mas livrar-se desta dor é mais fácil do que parece. A professora de Educação Física da PUCRS (Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul), Aline Nogueira Haas, ensina exercícios levem que ajudam no relaxamento do corpo e aliviam a dor nos ombros. O mais legal é que eles podem ser feitos antes e durante os exames. Confira:

Na semana que antecede o vestibular

Momentos de tensão. Ao deitar, o vestibulando pensa somente em uma coisa: Vestibular. Para acalmar e evitar pesadelos, a dica é fazer um exercício de relaxamento:

  • Sentado na cama, inspire o ar com força até encher o pulmão e solte em seguida, pela boca, também com força. Repita o exercício 5 vezes

Relaxe através da respiração

Segue um dica de um exercício fácil de ser aplicado, que pode ser utilizado tanto durante a semana do exame como na hora em que as folhas de prova estacionam na sua frente. Funciona assim: respire profundamente marcando quatro tempos entre cada ação da respiração. Ou seja, inspire com calma, prestando atenção na respiração. Nesse processo, conte até quatro. Quando estiver com o pulmão cheio, faça a mesma contagem.

Solte o ar lentamente, sempre contando de um a quatro. Fique com o pulmão vazio pelo mesmo tempo e recomece o processo. Gradativamente, vá aumentando a contagem até fazê-la em oito tempos, sempre prestando muita atenção em todo o processo.

A a coordenadora do Laboratório de Orientação Profissional da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), Dulce Helena Soares, que dá a receita, explica o porquê: "se a pessoa respira bem, calmamente, a respiração tranqüiliza. Esse processo leva cerca de cinco minutos e faz com que o candidato deixe de pensar em toda a pressão. Isso é bom para fazer antes de ir para prova, ou mesmo quando recebe o exame. Faz uma diferença incrível".

Na hora da verdade

Antes de começar a responder as questões da prova, faça uma sessão de um rápido auto-relaxamento e de alongamento. Os poucos minutos dedicados a este exercício não serão um desperdício. Confirme.

  • Coloque as mãos na cabeça. Pressione-a, levemente e devagar, para baixo, até o queixo encostar-se ao peito
  • Com a mão esquerda, empurre a cabeça lateralmente em direção ao ombro esquerdo. Faça o mesmo movimento do lado direito
  • Sente em uma cadeira e apóie seus pés em uma outra, de maneira a ficar com as pernas bem esticadas. Entrelace os dedos das mãos e faça um movimento de "espreguiçar": estique bem o corpo como se quisesse alcançar o teto com as mãos. Repita este exercício de pé, esticando as pernas e se equilibrando com a ponta dos pés.
  • Fonte:


Tags:
Comentar

Comentários

    Ver mais 20 resultados

    Comente

    Ver mais