Aviso de cookies

Por meio de cookies próprios e de terceiros, coletamos informações para fornecer melhores serviços a todos os usuários. Compilamos informações estatísticas sobre a sua navegação para mostrar uma publicidade que tenha relevância com seus hábitos de navegação. Sempre que quiser, poderá desativar os cookies do seu browser. Se continuar navegando, consideramos que aceita os termos da política de utilização de cookies.

text.compare.title

text.compare.empty.header

Atualidade universitária

A Universidade Gama Filho vai suspender suas atividades hoje e amanhã. A instituição passa por uma crise financeira e atrasou o pagamento dos salários. Na semana passada, a universidade anunciou que fará cortes de despesas nas áreas de marketing, cultura e esporte, além da reduzir a carga horária de alguns cursos. Hoje, às 12h, haverá ato público em frente à Igreja da Candelária.

O Centro Universitário Bennett também sofre uma crise financeira e parte dos professores está em greve há 15 dias. Os salários de novembro e dezembro de 2005, além do de abril deste ano e de metade do de março, não foram pagos. A faculdade está negociando empréstimos com bancos para saldar a dívida com os funcionários, segundo informou o seu departamento de marketing.

Na rede pública, os professores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) darão entrada, hoje, num processo administrativo para tentar garantir o recebimento dos salários. O ponto dos funcionários, em greve desde o dia 3 de abril, foi cortado por determinação do governo. Ainda não foram decididas as novas datas para o vestibular 2007, suspenso pelo conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão.

Já o Colégio Pedro II e o Cefet-Química estão parados desde segunda-feira, acompanhando uma greve nacional de escolas federais de ensino básico e profissionalizante.

  • Fonte:


Tags:
Comentar

Comentários

    Ver mais 20 resultados

    Comente

    Ver mais