Friday :: 28 / 11 / 2014

MaisNotícias | Arte por dia | Enem 2014 | Livros grátis | Cadastre-se | MAPA DO SITE

Noticia

Feuerstein elogia livro "Mediação da Aprendizagem"

Lançamento terá debate entre autores e os convidados


ImprimirImprimirEnviar a un amigo Enviar

Na segunda-feira, 7 de maio, Marcos Meier e Sandra Garcia lançam "Mediação da Aprendizagem. Contribuições de Feuerstein e Vygotsky"na Livraria da Vila. ·s 18h45 começa um debate entre os dois autores e os especialistas Lino de Macedo e Edith Rubinstein sobre "Mediação de Aprendizagem e a educação do futuro". O debate discorrerá sobre os caminhos para a educação e a importância do professor como mediador no processo da aprendizagem: O que diferencia o mediador de um professor? De que forma ensinar os alunos para que o "aprender a aprender"não seja apenas discurso? Como desenvolver a autonomia do aluno? Como interagir com o aluno de forma a potencializar sua aprendizagem? Como incentivá-lo a colocar tudo isso em prática?

A discussão se enquadra com um dos temas que mais preocupam a sociedade nos dias de hoje: o momento em que o professor reflete seu papel num sistema educacional em transição, em que o aluno deixa de ser mero consumidor de informações para tornar-se gerador de conhecimento. De acordo com a autora Sandra Garcia, "Ensinar o aluno a desenvolver sua própria autonomia no processo de aprender-a-aprender é importante na sociedade de hoje em que há excesso de informações, escassez de conhecimento e ineficácia da estimulação do meio ambiente. Um debate como esse tem muito a oferecer ao professor na sua jornada diária em sala de aula", explica.

Na seqüência, os convidados acompanharão o lançamento do livro "Mediação da Aprendizagem", sobre o processo de mediação que resgata o real valor do professor no processo de educar, se opondo ao antigo processo de ensino-aprendizagem na transmissão de conteúdos.

Reuven Feuerstein, criador de vários métodos de avaliação cognitiva aplicados em diversos países, em carta publicada no início do livro afirma que "a pesquisa realizada pelos autores não apenas enriquece a teoria da mediação da aprendizagem, mas também sua natureza e suas aplicações práticas. Espero ansiosamente pelos efeitos benéficos que a leitura deste livro por si mesma, pode trazer", comenta.

A importância dos jogos de pensar no processo de mediação

Fundamentados nas teorias de Piaget, Vygotsky, Dewey e Feuerstein, a MenteInovadora trouxe para o Brasil uma metodologia de ensino por meio dos jogos de pensar. No Brasil já são mais de três mil alunos, de cinco escolas, que passam por aulas semanais de 50 minutos, onde desenvolvem habilidades cognitivas, sociais e emocionais. Esta metodologia também é aplicada nos Estados Unidos, em Isrãl, na Coréia, na Coréia, na Inglaterra e muitos outros países para mais de 1 milhão de alunos.

"Os jogos exercem um poder de atração muito grande entre os alunos. Eles precisam diminuir a impulsividade para ganhá-lo. As professoras costumam brincar que nestas aulas não existe pedido para ir a enfermaria e nem ao banheiro", brincam Nívio Florez e Valmir Pereira, diretores da MenteInovadora, patrocinador do evento.

Com o processo de mudança no atual sistema de ensino, em que as escolas almejam despertar no estudante o processo de "aprender-a-aprender", com o objetivo de prepará-los para um mundo cada vez mais competitivo, globalizado e instável, muitas escolas perceberam a importância do jogo de pensar como meio para o desenvolvimento de habilidades cognitivas, sociais e emocionais do aluno.

"Nossa proposta educativa com a metodologia que empregamos centra-se no desenvolvimento de habilidades para enfrentar a vida moderna, e acontece por meio de uma Experiência de Aprendizagem Mediada. O lançamento do livro e o debate dos autores com Lino de Macedo e Edith Rubinstein relacionam tudo isto de forma magnífica e sugerem alternativas para a educação do futuro", comenta Florez.

O debate e o lançamento do livro acontecem na Livraria da Vila, à Rua Fradique Coutinho, 915 - Vila Madalena, no dia 7 de maio às 18h45. A entrada é gratuita, com estacionamento no local.

Serviço

Data: 7 de maio

Horário: 18h45

Local: Livraria da Vila - Rua Fradique Coutinho, 915 - Vila Madalena

Autores:

Sandra Regina Rezende Garcia

Mestre em Psicologia na área do Desenvolvimento Humano e Processo Ensino -Aprendizagem pela Universidade de São Marcos. Pós-graduada em Psicomotricidade no Programa de Enriquecimento Instrumental pelo Instituto Superior de Psicomotricidade e Educação - ISPE-Gã, em São Paulo. Foi Diretora do Colégio Marista N. S. da Glória. Atualmente é gestora do Programa de Formação Continuada na Rede Salesiana de Escolas-RSE. ? apaixonada pela educação e particularmente pelos processos de ensino e de aprendizagem de crianças e jovens.

Marcos Meier

Prof. Marcos Meier, Mestre em Educação pela UFPR, Prof. De Matemática pela UFPR e Psicólogo pela UTP - Universidade Tecnológica do Paraná. Trainee por Isrãl no PEI - Programa de Enriquecimento Instrumental. Formado em LPAD ? Avaliação dinâmica da propensão à aprendizagem. Diretor Geral dos Colégios e Faculdades Martinus em Curitiba, PR.

Debatedores convidados:

Edith Rubinstein

Psicopedagoga; Mestre em Psicologia e docente do curso de Psicopedagogia pela Universidade São Marcos - UNIMARCO; Coordenadora e Docente do Centro de Estudos Seminários de Psicopedagogia - SP. Formadora do Programa de Enriquecimento Instrumental - PEI, criado pelo Prof. Feuerstein (psicopedagogo, discípulo de Piaget) pelo The International Center for the Enhancement of Learning Potential (ICELP) - Jerusalém;

Edith é pioneira na introdução da teoria de Feuerstein no Brasil por meio do Programa de Enriquecimento Instrumental - PEI, que desenvolve a autonomia e flexibilidade do pensamento e que beneficia o sucesso escolar e a atividade laboral. O PEI tem prestígio mundial, tanto no âmbito educativo quanto na formação profissional.

Lino de Macedo

Professor Titular na área de Psicologia do Desenvolvimento e Doutor em Psicologia pela Universidade de São Paulo - USP e coordenador do Laboratório de Psicopedagogia do Instituto de Psicologia da USP. Um dos maiores estudiosos da Teoria de Piaget no Brasil. Dirigiu o Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo - USP (1997-2000) e presidiu a Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Psicologia - ANPEPP. Autor do livro "Ensaios Construtivistas", utilizado como referência para educadores e psicólogos, contribuiu em mais de 30 artigos em revistas nacionais e internacionais. ? diretor da coleção "Psicologia e Educação", editada pela Casa do Psicólogo.

Seu atual programa de pesquisas, no Laboratório de Psicopedagogia, é sobre o uso educacional de jogos em uma visão construtivista. Participa, também, da seção História da revista Psicologia Escolar e Educacional.







RSS   


Comentarios para esta noticia

 

Suscríbete a nuestro boletín de noticias


Publicidad

Publicidad