Aviso de cookies

Por meio de cookies próprios e de terceiros, coletamos informações para fornecer melhores serviços a todos os usuários. Compilamos informações estatísticas sobre a sua navegação para mostrar uma publicidade que tenha relevância com seus hábitos de navegação. Sempre que quiser, poderá desativar os cookies do seu browser. Se continuar navegando, consideramos que aceita os termos da política de utilização de cookies.

text.compare.title

text.compare.empty.header

Atualidade universitária

 

A Fecomercio-SP (Federação do Comércio do Estado de São Paulo) realiza de 29 de janeiro a 1º de março a exposição "Abertura dos portos brasileiros - 200 anos de história". A mostra, que ficará em cartaz no Centro Fecomercio de Eventos (rua Dr. Plínio Barreto, 285 - Bela Vista), apresenta ao público maquetes, documentos, produtos, réplicas, fotos, pinturas e desenhos que contam a história desse período. A entrada é franca.

Em parceria com a ANUT (Associação Nacional dos Usuários de Transportes de Carga), a exposição traz um panorama histórico-cultural do Brasil sob o viés das relações comerciais. As trocas realizadas pelos portos brasileiros iniciaram-se antes mesmo da Carta Régia da Abertura dos Portos às Nações Amigas, escrita em 1808 por Dom João VI, o Príncipe Regente, ao Conde da Ponte.

Relações que não se resumem apenas a exportação de matérias-primas como pau-brasil, cana-de-açúcar e tabaco, mas também a importação de mão-de-obra africana e manufaturas. Partindo deste cenário, a mostra se desenvolve através de fatos como a vinda da Família Real para as terras brasileiras e a criação do Corpo dos Fuzileiros Navais, enfim, o nascimento do Brasil Institucional, passando ainda pelas exportações de café, do petróleo, a implantação da indústria automobilística nacional e as mudanças econômicas. Objetos, pinturas, obras de arte e legislações compõem a exposição, demonstrando que cultura, arte, direito e comércio fundem-se e tecem o Brasil.

A mostra tem curadoria de Marcelo Carvalho. O espaço expositivo será dividido em dez módulos, contemplando diversos meios de transporte e os diferentes períodos históricos e ciclos econômicos pelos quais passou o país. Confira abaixo:

1. Antes de 1808: o Pacto Colonial;
2. Instrumentos de navegação;
3. Fac-símile da Carta Régia assinada por Dom João VI, gravuras, retratos ou reproduções do Visconde de Cairú e do Conde da Ponte, e o tratado comercial estabelecido entre Brasil e Inglaterra em 1810, o Código Comercial, vigente até os dias de hoje em sua parte II;
4. Sala do Corpo dos Fuzileiros Navais;
5. Os transportes e vias de escoamento e maquetes de portos;
6. Fotografias relacionadas às décadas de 1930 e 1940, reproduções de jornais retratando a problemática do café e do petróleo;
7. Os intelectuais brasileiros e suas reflexões sobre a cultura e economia brasileira;
8. Imigração;
9. Década de 50 ao ano 2000: fotografias das instalações automobilísticas no Brasil, pinturas concretas, as alterações econômicas, reproduções de jornais retratando o contexto histórico e cultural, com fotografias, pinturas e objetos de arte, como obras de Cildo Meirelles e Nelson Leirner;
10. A visão estratégica dos portos brasileiros no futuro;

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 3254-1725 ou pelo site www.aberturadosportos200anos.com.br.

  • Fonte:


Tags:
Comentar

Comentários

    Ver mais 20 resultados

    Comente

    Ver mais