Tuesday :: 02 / 09 / 2014

TambémNotícias | Arte por dia | Enem 2014 | Livros grátis | Cadastre-se | MAPA DO SITE

Noticia

História do samba

Conheça detalhes sobre a vida e a carreira de dez dos maiores compositores de samba do país


ImprimirImprimirEnviar a un amigo EnviarPDFPDF

Por Renato Marques

Você sabe quem é Lamartine Babo? Já ouviu falar de Tarzan, o filho do Alfaiate? Mas, com certeza, sabe quem é o autor de "No Rancho fundo ", não? Se nos três casos a sua resposta é não, fique alerta. As três perguntas tratam de expoentes da cultura popular brasileira, muitas vezes esquecidos pela população. Algumas vezes, ignorados, até.*

Neste ano, o Universia acrescentou detalhes sobre a vida e a carreira de cinco dos mais importantes compositores brasileiros de samba: Ary Barroso, Dona Ivone Lara, Lamartine Babo, Martinho da Vila e Pixinguinha. Estes vêm se juntar a outros cinco "gigantes" da música popular brasileira, publicados na edição anterior deste especial (Adoniran Barbosa, Cartola, Chiquinha Gonzaga, Noel Rosa e Silas de Oliveira).

Não há dúvidas de que o samba é um dos maiores produtos da cultura nacional. Herança dos escravos, o ritmo é um dos maiores embaixadores do Brasil pelo mundo afora. No entanto, o samba é quase sempre desprezado pela memória da população, mesmo como ícone da cultura popular. "Não se incentiva a preservação da memória no nosso País. Apenas um ou outro pesquisador procura fazer isso", lamenta o professor da FACHA (Faculdades Hélio Alonso), Luis Fernando Vieira.

Vieira, que também é vice-presidente da ãSP/MPB (Associação de Escritores, Pesquisadores e Divulgadores da Música Popular Brasileira), afirma que a entidade tem buscado, junto a políticos, fazer com que o ensino da cultura brasileira se torne obrigatório nas escolas. "O esquecimento acontece com o samba e todos os gêneros musicais brasileiros. Há uma gama de manifestações que, se não preservarmos, vão se perder. Com elas, perdemos também um pouco da nossa identidade", explica.

Para a pesquisadora Marília Trindade Barboza, autora dos livros "Cartola: Os Tempos Idos" e "Silas de Oliveira: do Jongo ao Samba-enredo", é preciso que a educação comece a englobar a cultura. E não apenas pela preservação da memória nacional, mas também pela busca do autoconhecimento dos próprios brasileiros.

"A riqueza da cultura popular não é dada pelos professores porque eles também não a conhecem. Quem a descobrir tem a obrigação de divulgar, porque ajuda o País a se conhecer e a respeitar as diferenças", alerta Marília. "Infelizmente, a educação não engloba a cultura. A cultura popular não está nos bancos escolares."

* Em tempo: Lamartine Babo é considerado o maior compositor de marchinhas de Carnaval, além de ter criado os hinos dos clubes de futebol do Rio de Janeiro. "Tarzan, o filho do alfaiate", é uma das composições de Noel Rosa. Por fim, Lamartine Babo e Ary Barroso são os autores da canção "No Rancho Fundo", regravada inúmeras vezes por artistas brasileiros.







RSS   


Comentarios para esta noticia

 

Publicidad

Publicidad