Wednesday :: 22 / 10 / 2014

TambémNotícias | Arte por dia | Enem 2014 | Livros grátis | Cadastre-se | MAPA DO SITE

Noticia

Veja como escolher e entrar numa pós-graduação

Entenda de uma vez as diferenças entre "stricto sensu" e "lato sensu"


ImprimirImprimirEnviar a un amigo EnviarPDFPDF

Por Larissa Leiros Baroni

Quem acha que a jornada de estudos acaba com a conclusão da universidade está muito enganado. Mesmo depois de anos de estudo que vem desde a infância, a graduação não finaliza esse ciclo. ? fundamental estar sempre ligado às novidades da profissão e investir, constantemente, na reciclagem dos conhecimentos. Uma maratona que só pode acabar com o fim da trajetória profissional. Se além dessa necessidade você tem interesse em conquistar mais na sua formação aproveite o início do ano para ingressar na tão sonhada pós-graduação.

Mas aí surge a dúvida: optar por uma pós stricto sensu ou lato sensu? Uma questão que inicialmente parece ser difícil responder. Porém, o primeiro passo é saber a diferença entre elas. Enquanto a lato sensu visa aprofundar os conhecimentos adquiridos na graduação e a qualificação profissional com cursos de especialização e MBA (Master in Bussiness Administration), a stricto sensu garante a obtenção dos títulos de mestre e doutor.

A carga horária da especialização é de no mínimo 360 horas/aula. Com o término do curso, o aluno recebe o título de especialista. "Em alguns casos, para a conquista desse diploma é obrigatória a apresentação de uma monografia", explica a assessora da pró-reitoria de pós-graduação da USP (Universidade de São Paulo), Aline Maria da Silva. Já o MBA é voltado a formações na área de gestão, com carga horária de 450 a 600 horas/aula. "Uma metodologia, geralmente, baseada em estudos de casos", diz.

O mestrado dura em média 30 meses. "Para a obtenção do título de mestre, ao final do programa, o estudante deve apresentar uma dissertação que não precisa, necessariamente, ser de tema inédito", ressalta a coordenadora de apoio à pós-graduação do Decanato de Pesquisa e Pós-graduação da Unb (Universidade de Brasília), Dione Moura. Há ainda a opção pelo mestrado profissional. "O produto final dessa modalidade pode não ser uma dissertação e, sim, um produto", aponta.

O doutorado vem logo após o mestrado e tem duração de, aproximadamente, 48 meses. Nesse caso, é obrigatória a apresentação de uma tese inédita, para a conquista do título de doutor. Alguns profissionais vão além e seguem para o pós-doutorado. "? um estágio pós-doutoral de um ou dois anos, que visa estruturar a carreira de um pesquisador/professor", explica Dione.

Ao conhecer essas diferenças, basta traçar e analisar os seus objetivos profissionais para decidir entre a pós stricto ou lato sensu. "Geralmente quem procura uma especialização ou MBA quer buscar novas qualificações e turbinar o currículo para o mercado de trabalho", afirma a coordenadora da Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação da PUCRS (Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul), Vera Lúcia Strube de Lima. Já aos profissionais com aspirações acadêmicas, é recomendado os cursos de mestrado e doutorado. "Um caminho obrigatório para os interessados em atuar como pesquisador ou professor em instituições de Ensino Superior", ressalta.

Com a escolha feita é hora de se preparar para a candidatura. Clique nas imagens abaixo e saiba quais são os procedimentos adotados pelas universidades brasileiras na seleção de um candidato.







RSS   


Comentarios para esta noticia

 

Publicidad

Publicidad