Thursday :: 02 / 10 / 2014

MaisNotícias | Arte por dia | Enem 2014 | Livros grátis | Cadastre-se | MAPA DO SITE

Noticia : Carreira

7 perguntas difíceis feitas em entrevistas de emprego; Veja como responder

Confira quais são as questões mais complicadas para responder e saiba como se desvencilhar delas e ser aprovado


ImprimirImprimirEnviar a un amigo EnviarPDFPDF

Procure ser o perfil que o entrevistador deseja, mas não deixe de ser você mesmo. Só assim você mostrará seu potencial para esse profissional
Procure não conversar sobre questões financeiras na primeira entrevista. Prefira abordar valores depois de ter sido escolhido pelo RH

 

Em uma entrevista de emprego é preciso controlar o nervosismos para mostrar seus talentos e habilidades. Algumas perguntas feitas pelos selecionadores costumam eliminar diversos candidatos que não sabem contorná-las. Confira a seguir sete perguntas feitas nas entrevistas de emprego que costumam deixar muitos candidatos desconsertados na hora de responder:

 

» 18 perguntas mais estranhas feitas em entrevistas de emprego
» Você + 1 amigo em um curso de inglês de graça em Nova York ou Bristol; Veja como!
» Confira os dez erros que você não pode cometer na sua carreira
» Siga o Universia Brasil no Twitter

 

1 – Por que você mudou de emprego?
Essa pergunta é uma das mais difíceis e que pode mexer com o emocional do candidato, especialmente se ele foi demitido do emprego anterior. É preciso estar preparado para respondê-la. Desta forma, você não vai achar que não está passando uma boa impressão para o selecionador. Prepare uma resposta verdadeira, mas que não passe uma má imagem sua, da empresa ou de algum ex-chefe ou colega de trabalho. A explicação deve ser breve, com no máximo três frases. Não se estenda, pois quanto mais for dito mais perguntas surgirão sobre o assunto.

 

2 – Por que você se interessa por nossa empresa?
Prefira não responder de forma específica para evitar limitações. Mostre ao entrevistador sua competência no que faz. Fale de como está bem qualificado e de que forma a empresa poderá tirar proveito do seu trabalho. A ideia é que eles pensem em como te encaixar na companhia. Para ser bem-sucedido em uma entrevista de emprego é necessário ser a pessoa que o entrevistador procura dentro dos seus próprios limites. É mais fácil conseguir isso prestando atenção no que o selecionador fala e respondendo adequadamente o que é perguntado. O que todos os entrevistadores buscam saber é por que eles deveriam contratar você ao invés dos outros seis candidatos que também tem uma boa qualificação. Mentir só afastará você mais da vaga desejada. Hoje em dia todos os profissionais de RH fazem uma boa pesquisa sobre o passado da pessoa e se você for desmascarado mostrará que não tem ética profissional.

 

3 - O que você fez de bom no seu outro emprego?
A resposta para essa pergunta pode ser definitiva e levar ao êxito ou fracasso de uma entrevista. O entrevistador deseja saber o que você pode fazer pela empresa, o quanto você é eficiente e se causa problemas ou não. Cite exemplos específicos de trabalhos anteriores. É importante enumerar os pontos que deseja mencionar, assim é uma boa forma de memorizá-los quando for questionado. A grande maioria das pessoas que não consegue uma vaga em uma entrevista de emprego é porque não sabem se vender. Se concentre em pontos para mostrar seu profissionalismo. É preciso comentar sobre sua graduação universitária, mas é mais importante falar das suas experiências anteriores.

 

4 – Quais são suas qualidades e defeitos?
Essa é uma das perguntas mais velhas e difíceis de responder em uma entrevista de emprego. Mas é possível tirar proveito da sua resposta. Na hora de responder, concentre no que você tem de bom e evite seus defeitos. O importante nunca falar algo negativo sobre si mesmo. Ser modesto é bom, mas não há espaço para isso em uma entrevista disputada. Até declarações inofensivas como "não tenho paciência com incompetência" pode ser tomada como um sinal de gênio forte e ser severo com os subordinados.

 

5 - Qual seria o trabalho ideal para você?
O ideal é descrever o emprego para qual você está se candidatando, mas para isso é importante conhecer (bem) sobre a vaga. Se você descreve um trabalho que não é nada parecido com o que você está concorrendo, o recrutador achará que não há interesse seu para preencher a vaga. Muitas pessoas acabam perdendo uma boa oportunidade de entrar no mercado de trabalho por responder essa pergunta errada.

 

6 – Fale um pouco dos seus chefes anteriores...
Não critique seus ex-chefes ou o atual porque dará uma má impressão para o selecionador. Mas também não é bom creditar todos os seus méritos profissionais a eles. Enfatize os exemplos de iniciativa e liderança que teve especialmente algum projeto criado e dirigido por você que tenha tido bons resultados. Diga também sobre alguma ideia que dada para melhorar algum problema na companhia em que estava. Uma boa forma de chamar a atenção do entrevistador é comentar de que maneira que a rentabilidade da empresa em que estava aumentou por conta de algum projeto seu.

 

7 - Quanto você deseja ganhar?
O ideal é evitar alusão a dinheiro, especialmente na primeira entrevista de emprego. Esse tema pode até vir à tona em outras reuniões, depois que o profissional de RH decidir que deseja te contratar. Mas caso ele toque no tema, não o ignore e responda que o emprego é mais importante do que o dinheiro e que deseja conversar sobre esse assunto mais tarde, após suas habilidades serem mostradas. Quando for o momento para dizer o quanto deseja ganhar não chute um valor muito alto, pois a empresa se desanimará. Mas também não aceite ganhar pouco porque será modesto demais. Faça sua oferta com consciência.






RSS   


Comentarios para esta noticia

 

Publicidad

Publicidad