Aviso de cookies

Por meio de cookies próprios e de terceiros, coletamos informações para fornecer melhores serviços a todos os usuários. Compilamos informações estatísticas sobre a sua navegação para mostrar uma publicidade que tenha relevância com seus hábitos de navegação. Sempre que quiser, poderá desativar os cookies do seu browser. Se continuar navegando, consideramos que aceita os termos da política de utilização de cookies.

text.compare.title

text.compare.empty.header

Atualidade universitária

 
(Crédito: Dreamstime.com/Divulgação)

 

A pesquisa trimestral realizada pela National Association of Colleges and Employers (NACE) apontou que a carreira mais bem paga nos Estados Unidos era na área de Engenharia. No Brasil, de acordo com José Roberto Cardoso, diretor da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP) , a profissão também é a mais bem paga no momento. "A evolução do profissional é rápida. O salário inicial é em torno de R$ 5.500, mas após cinco anos de trabalho na área pode chegar a R$ 12 mil", conta ele.

 

 

» Engenharia é a profissão mais bem paga nos EUA
» Os 10 erros que você não pode cometer na sua carreira
» Oito profissões prometem emprego garantido
» Siga o Universia Brasil no Twitter

 

As opções de cursos para quem deseja adentrar na área de Engenharia é grande e não limita o profissional a atuar apenas em um campo. Cardoso aponta que um estudante graduado no curso tem capacidade de exercer qualquer função que exige conhecimento técnico e científico. "Um engenheiro pode atuar tanto na indústria e construção quanto no setor financeiro.", exemplifica ele.

 

O diretor da escola politécnica da USP comenta ainda que, em 2009, foram formados 35 mil engenheiros no Brasil, para um mercado com 60 mil vagas. "Atualmente faltam engenheiros e sobram vagas. O cenário está favorável para os profissionais que se formarão no curso”.

 

O ritmo de crescimento do Brasil é um dos fatores que aumentam o número de vagas em Engenharia no mercado de trabalho. "Não se faz desenvolvimento em lugar algum sem engenheiros. Alguns especialistas apontam que o Brasil crescerá ainda mais nos próximos 20 anos o que fará com que apareçam mais oportunidades para quem optou por se tornar engenheiro", palpita ele.

 

 



Tags:
Comentar

Comentários

    Ver mais 20 resultados

    Comente

    Ver mais