Notícias

Obesidade pode reduzir qualidade dos espermas

      
(Crédito: Dreamstime/Divulgação)
(Crédito: Dreamstime/Divulgação)

 

O excesso de peso pode diminuir a fertilidade dos homens e afetar diretamente a capacidade de reprodução humana. A informação foi publicada durante o Congresso de Reprodução Humana da Sociedade Européia. Ainda de acordo com o estudo dirigido por Paul Cohen-Bacrie, o esperma dos homens obesos é mais pobre do que o normal.

 

» Pesquisador da UnB cria produto antienvelhecimento com extrato de pequi
» Alimentos com gordura possuem substância química similar a maconha
» Veja outras notícias sobre Ciência e Tecnologia
» Siga o Universia Brasil no Twitter

 

O estudo analisou amostras de pessoas de 12 países diferentes da Europa e concluiu que a concentração de espermatozóides no sêmen destes homens era de 10 a 20% mais baixa que o normal. Em alguns casos mais graves de obesidade também foi constatado que a capacidade de locomoção dos espermatozóides é reduzida.

 

Outro estudo divulgado durante o mesmo congresso afirma que as mulheres que possuem gengivite também podem ter a fertilidade afetada. O aparecimento da doença poderia atrasar em até dois meses o tempo de menstruação das mulheres. A pesquisa, feita por um grupo de cientistas australianos, destaca que a bactéria causadora da gengivite poderia atuar diretamente nos tecidos do sistema reprodutivo.

 

 



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.