Notícias

Pesquisa revela: casar reduz risco de demência

      
(Crédito: MSNStudio / Shutterstock.com)
(Crédito: MSNStudio / Shutterstock.com)

 

De acordo com um estudo feito por cientistas suíços e finlandeses publicado na revista British Medical Journal, ser casado ou viver com um parceiro reduz em 50% o risco de demência e de Alzheimer com o passar dos anos. Os dados também indicam que a viuvez ou divórcio triplicam as chances de desenvolver demência.

 

» Pesquisa revela que envelhecimento mental começa aos 27 anos
» Estudo diz que sexo pode aumentar o risco de um ataque cardíaco
» Sexo oral aumenta o risco de câncer

 

Segundo Miia Kivipelto, autor do estudo, os resultados são valiosos levando em consideração a atenção primária e sugerem que o tratamento preventivo em adultos, que perderam seus parceiros, poderiam reduzir a incidência da doença de Alzheimer e demência, evitando que as previsões de especialistas- que estimam que em 2040 haverá 81,1 milhões de pessoas afetadas por estas doenças- se concretize.

 

 



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.