Sunday :: 20 / 04 / 2014

Además Notícias | Erros inglês | Arte por dia | 700 cursos | Livros grátis | Cadastre-se | MAPA DEL SITIO

Noticia : Ciência

Fazer sexo todos os dias melhora a qualidade do espermatozóide

Estudo australiano constata que fazer sexo todos os dias mantém o espermatozóide saudável


Imprimir Imprimir Enviar a un amigo Enviar PDF PDF Traducir Traducir

(Crédito: Szekeres Szabolcs / Shutterstock.com)

(Crédito: Szekeres Szabolcs / Shutterstock.com)

O estudo foi apresentando durante a conferência da Sociedade Européia de Reprodução e Embriologia Humana

 

Uma pesquisa realizada por David Greening do centro Sydney IVF de fertilização in vitro, na Austrália, constatou que manter relações sexuais todos os dias melhora a qualidade do esperma e aumenta as chances de gravidez. O estudo foi apresentando durante a conferência da Sociedade Européia de Reprodução e Embriologia Humana, que acontece em Amsterdam, na Holanda.

 

» Dor nas costas? Pensamento positivo pode ser tão eficaz quanto analgésicos, diz pesquisa
» Pesquisadores descobrem que comer nozes ajuda a perder barriga
» Veja mais notícias em Ciência e Tecnologia

 

Segundo Greening, oito em cada dez homens com problema de fertilidade que participaram do estudo mostraram uma redução de 12% no dano ao DNA depois de uma semana de atividade sexual diária. A pesquisa comprovou ainda que o esperma se tornou mais ativo após sete dias e que quanto mais o esperma fica armazenado no testículo, mais provável é o risco de danos resultado do ataque de radicais livres.

 

Na conclusão do estudo, Greening recomenda que os casais que estão tentando "engravidar" naturalmente devem fazer sexo todos os dias para garantir que os espermatozóides sejam os mais saudáveis possível. Ele ressalta, porém, que isso só é recomendado quando a mulher está ovulando, pois fazer sexo diariamente por mais de duas semanas pode reduzir consideravelmente o volume de sêmen.

 

 






RSS   


Comentarios para esta noticia

 

Publicidad

Publicidad