• Quem é você?

Notícias

Imposto de 10% sobre refrigerantes ajuda a manter o peso

      
(Crédito: Liza1979/ shutterstock.com)
(Crédito: Liza1979/ shutterstock.com)

 

Segundo especialistas do British Journal of Nutrition, criar o "Imposto de gordura" com uma taxa de 10% sobre produtos gordurosos como refrigerantes e doces poderia reduzir o consumo e ajudar a diminuir os níveis de obesidade no mundo. O aumento do preço reduziria as vendas de bebidas açucaradas e seria um estímulo a comprar produtos mais saudáveis.

 

» Pesquisa revela: Tamanho do cérebro é proporcional à gordura corporal
» O que traz mais energia? O açúcar ou a gordura?
» Alimentos com gordura possuem substância química similar a maconha

 

De acordo com a pesquisa, a mudança econômica resultaria em uma maior preocupação em relação aos alimentos.

 

A Dinamarca foi o primeiro país a introduzir o “imposto de gordura”, com uma sobretaxa sobre os alimentos ricos em gordura saturada. E as estatísticas já mostram os resultados. A pesquisa ainda acrescenta que o aumento de custo também reduz o consumo diário por pessoa, consequentemente reduzindo gastos.

 

 



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.