Friday :: 25 / 04 / 2014

Mais Notícias | Erros inglês | Arte por dia | 700 cursos | Livros grátis | Cadastre-se | MAPA DO SITE

Noticia : Um pouco de arte para sua vida

Conheça Três de Maio de 1808, de Francisco de Goya

A obra homenageada na 16ª edição do quadro Um pouco de arte para sua vida é Três de maio de 1808, do pintor espanhol Francisco de Goya


Imprimir Imprimir Enviar a un amigo Enviar PDF PDF Traducir Traducir

(Crédito: Divulgação)

(Crédito: Divulgação)

Com sua obra, Goya procurou criar uma cena dramática e expressiva, típica do Romantismo

 

A Universia Brasil acredita no poder da arte. Por isso, criamos o projeto Um pouco de arte para sua vida. Serão 365 dias com pinturas diferentes de famosos artistas. Hoje, a obra homenageada é Três de maio de 1808, do pintor romântico Francisco de Goya.

 

» Confira a lista de todas as obras de arte

» Sobre o projeto "Um pouco de arte para sua vida"

 


Este quadro de Goya trata de um acontecimento histórico real. Durante a ocupação francesa na Espanha, um pelotão de fuzilamento da França estava executando madrilenhos comuns como punição pelos atos rebeldes contra a dominação francesa no país.

 

Com o fundo escuro em medonho contraste com a cena de horror, Goya criou uma cena dramática e expressiva, típica do Romantismo.

 

Alguns dizem que os fuziladores estão de costa porque não mostram compaixão nem emoção para com o ato que estão prestes a cometer. Outros afirmam que Goya não os representou porque não estariam lá por vontade própria, mas por obrigação e imposição de uma força maior, do governante da França na época: Napoleão Bonaparte.

 

Diferentemente dos franceses, os espanhóis são retratados de modo a provocar a compaixão e identificação do observador. Com um olhar apavorado, o homem de camisa branca levanta os braços num gesto de crucificação que o identifica como Jesus Cristo. Olhando bem para sua mão, pode-se perceber um estigma em seu membro, destacando-o, assim, como um mártir.

 

As pinceladas mais fortes e expressivas se revelam notavelmente nas roupas dos espanhóis. Principalmente na figura do mártir central e de seu companheiro com a cabeça entre as mãos. Já os franceses estão pintados com cores neutros e mais uniformes. Desta forma, Goya mostra sua simpatia pelos espanhóis.

 

 

Ficha Técnica – Três de Maio de 1808

Autor: Francisco de Goya
Onde ver: Museu do Prado, Madri, Espanha
Ano: 1814
Técnica: Óleo sobre tela
Tamanho: 2,68m x 3,47m
Movimento: Romantismo

 

 

 






RSS   


Comentarios para esta noticia

 

Publicidad

Publicidad