Tuesday :: 16 / 09 / 2014

AdemásNotícias | Arte por dia | Enem 2014 | Livros grátis | Cadastre-se | MAPA DEL SITIO

Noticia : Um pouco de arte para sua vida

Conheça Lavrador de Café, de Cândido Portinari

A 23ª obra homenageada no projeto Um pouco de arte para sua vida é Lavrador de café, do pintor brasileiro Cândido Portinari


ImprimirImprimirEnviar a un amigo EnviarPDFPDF

Portinari sugere que só alguém com tanta força corporal e os pés tão desenvolvidos pode suportar o difícil trabalho nas lavouras de café

 

Lavrador de Café é uma das obras mais famosas de Cândido Portinari, que, por sua vez, é um dos pintores brasileiros mais célebres no exterior. Nascido no interior de São Paulo, em Brodowski, Portinari e sua tela são os homenageados em Um pouco de arte para sua vida.

 









» Confira a lista de todas as obras de arte

» Sobre o projeto "Um pouco de arte para sua vida"

 

Em 1928, depois de ter participado em diversos concursos, Portinari foi premiado com uma quantia em dinheiro do governo brasileiro para viver em Paris. Embora não tenha pintado muito, o pintor aprendeu com e foi influenciado por diversos pintores. Artistas como Van Gogh, Paul Cézanne, Pablo Picasso, entre outros.

 

Assim que voltou ao Brasil, trabalhou como nunca. Nessa época, pintou um dos quadros mais famosos de sua carreira: Lavrador de Café. Portinari retratou força, movimento e desafio. O artista pintou o trabalhador como se ele estivesse unido à terra vermelha. As cores da tela são vivas, retratando uma paisagem vasta e chamativa, típica da natureza brasileira.

 

Outra característica que chama atenção são os grandes pés do negro, que sugerem a busca e a conquista da terra. Portinari sugestiona que só alguém com tanta força corporal e os pés tão desenvolvidos pode suportar o difícil trabalho nas lavouras de café.

 

Como o pintor era preocupado com as causas sociais, está claro que Portinari denunciava os abusos e explorações deste tipo de trabalho. Observando o quadro percebe-se que sua pintura é sem regras, sem formas regulares. Sua maior preocupação é o homem.

 

Sobre pintar, Portinari uma vez se pronunciou: "o conteúdo espiritual de um quadro registra a potência de sensibilidade do artista. O lado técnico registra o conhecimento e desenvolvimento da sensibilidade do artista. A técnica é um meio com o qual o artista transmite a sua sensibilidade".

 

A obra Lavrador de café, juntamente com O retrato de Suzanne Bloch, de Pablo Picasso, foi roubada em 2007 do Museu de Arte de São Paulo. Felizmente, as duas telas foram recuperadas pela Polícia Civil de São Paulo 19 dias depois. Os quadros estavam em Ferraz de Vasconcelos e foram devolvidos ao museu posteriormente.

 

 

 

Ficha Técnica - Lavrador de café:


Autor: Cândido Portinari
Onde ver:MASP, São Paulo, Brasil
Ano: 1934
Técnica: Óleo sobre ela
Tamanho: 100cm x 81cm
Movimento: Modernismo

 

 

 






RSS   


Comentarios para esta noticia

 

Publicidad

Publicidad