Notícias

Twitter pode censurar conteúdo

      
(Crédito: Reprodução)
(Crédito: Reprodução)

 

O site de mensagens Twitteranunciou na última quinta-feira (26) que vai começar a restringir o conteúdo em alguns países, o que gerou mudança política e ajudou a impulsionar recentes protestos em vários países, como por exemplo, a Primavera árabe.

 

» 4 dicas para conseguir mais seguidores no Twitter
» Os maiores sucessos do Twitter em 2011
» Como o Twitter pode resumir o seu currículo

 

Por meio de uma mensagem, a empresa escreveu que “À medida que continuamos a crescer internacionalmente, encontramos certos problemas nos países que têm idéias diferentes sobre a liberdade de expressão". Eles também afirmaram que mesmo com a possibilidade de tais limitações, o Twitter não poderia existir em alguns países. Alegando que algumas das ideias da empresa são tão diferentes que eles não poderiam estar presentes naquele país.

 

Como exemplo das restrições, o Twitter afirmou que vai cooperar com alguns países bloqueando certos tipos de conteúdo, como na França e a Alemanha, que proíbe conteúdo nazista.

 

Um porta-voz do Twitter não quis dar detalhes do texto publicado.

 

A empresa terá o direito de recusar o conteúdo para os usuários em um país específico, mas o mesmo conteúdo estará disponível no resto do mundo, disse o blog do Twitter.

 

A decisão de iniciar a censura de conteúdo representa uma grande mudança em sua política de apenas um ano atrás, quando manifestantes contra os governos da Tunísia, Egito e outros países árabes organizaram protestos usando a rede social.

 

Naquela época, o site tinha indicado que pretendia remover quaisquer mensagens de seus usuários por seu conteúdo.

 

O Twitter afirmou que para dar transparência a sua decisão tinha construído um mecanismo para informar os usuários se a mensagem é bloqueada ou não.

 

 



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.