Notícias

Conheça A morte de Sócrates, de Jacques-Louis David

      
(Crédito: Wikipédia)
(Crédito: Wikipédia)

 

A morte de Sócrates, de Jacques-Louis David, é, devido ao tema heróico e às suas formas clássicas, uma obra típica do neoclassicismo. A pintura é a 46ª obra homenageada no projeto Um Pouco de Arte para sua Vida.

 

 

» Confira a lista de todas as obras de arte

» Sobre o projeto "Um pouco de arte para sua vida"

 

A obra, pintada para um mecenas, mostra Sócrates na prisão, sendo visitado pelos seus discípulos pouco antes de tomar o veneno. O tema da obra foi escolhido pelo patrono de David, mas fica claro o interesse do autor na mistura de coragem e autossacrifício presentes na história do filósofo grego.

 

O gesto e a pose rigorosos de Sócrates fazem contraste direto com os personagens desfalecidos que o cercam. O pintor se utiliza de toques de luz e sombra para ressaltar o movimento, além de banhar o protagonista da cena em uma luz divina.

 

Para realizar a obra, David se inspirou na história de Sócrates, contida no Fédon - um dos diálogos de Platão. Alem disso o pintor consultou eruditos e complementou a obra com interpretações pessoais. Por isso a cena é ambientada em uma sala em estilo romano e o número de discípulos é menor do que de fato ocorreu. Platão, entretanto, é representado na pintura apesar de não ter presenciado a morte de seu mestre.

 

 

4 detalhes de A morte de Sócrates se destacam:

1. Imagem no Corredor

O homem encostado na parede do corredor é Apolodro, um dos discípulos de Sócrates. Segundo relatos, Sócrates mandou o discípulo embora porque ele estava transtornado demais diante da morte iminente do mestre. O discípulo foi retratado numa pose de absoluta tristeza.

 

 

2. Braço levantado de Sócrates

O filósofo passou suas últimas horas debatendo sobre a imortalidade da alma. O dedo levantado indica que há uma esfera de existência mais elevada que o terreno dos mortais. O modo casual como Sócrates segura o copo de cicuta, sem olhar para ele, ressalta também a atitude relaxada diante da morte.

 

 

3. Homem sentado

O homem sentado com a mão no joelho de Sócrates é Crito, um dos discípulos mais próximos do filósofo. Quando a sentença é anunciada, ele tenta convencer o mestre a fugir.

 

 

4. Platão

O discípulo mais jovem de Sócrates não estava presente na sua morte, mas é retratado na cena. É um único que reage à tragédia com a mesma dignidade do mestre, sentado imóvel à beira da cama, com o olhar afastado da dramaticidade da cena. Sua cabeça está curvada, imersa em pensamentos, enquanto contempla o destino de seu mestre.

 

A morte de Sócrates

 

 

Ficha Técnica – A morte de Sócrates:


Autor: Jacques-Louis David
Onde ver:Metropolitan Museum of Art, Nova York, EUA
Ano: 1787
Técnica: Óleo sobre tela
Tamanho: 1, 30m x 1, 96 m
Movimento: Neoclassicismo

 

 



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.