Aviso de cookies

Por meio de cookies próprios e de terceiros, coletamos informações para fornecer melhores serviços a todos os usuários. Compilamos informações estatísticas sobre a sua navegação para mostrar uma publicidade que tenha relevância com seus hábitos de navegação. Sempre que quiser, poderá desativar os cookies do seu browser. Se continuar navegando, consideramos que aceita os termos da política de utilização de cookies.

text.compare.title

text.compare.empty.header

Atualidade universitária

 
Crédito: Auremar/ Shutterstock.com

 

De acordo com o especialista em motivação educacional e comportamental Dr. Richard Curwin as mudanças no ambiente escolar são importantes para o desenvolvimento dos alunos. Para ele, é preciso oferecer alternativas para que essa mudança ocorra de forma natural na vida escolar. "É responsabilidade dos professores oferecer motivação e alternativas viáveis para que os estudantes tenham a capacidade de mudar", afirma Curwin, que dirige o programa de Mestrado em distúrbio de comportamento em David Yellin College, em Jerusalém.

 

» 6 dicas de motivação para você alcançar o sucesso profissional
» 4 dicas de motivação para os alunos
» 5 dicas de motivação para estudantes

 

Confira as 3 dicas selecionadas por Dr. Richard Curwin para motivar seus alunos:

 

1) Apreciação dos alunos

Há uma diferença entre a manipulação e a apreciação dos alunos. Manipular tem um destino final pré-determinado ("se você fizer isso, você vai ter isso".) enquanto apreciar é uma expressão de sentimentos originais. Apreciação é sempre dada após o comportamento de um aluno. Não é nem condicional nem pré-determinado. Quando apreciamos não estamos procurando repetir o desempenho. Avaliação vem do coração.

 

2) Introduza um desafio

Geralmente, quando desafiadas, a maioria das pessoas fica mais determinada e motivada a realizar o desafio da melhor maneira. Fornecer um desafio apropriado para os estudantes bate qualquer forma de recompensa para motivação. O truque é encontrar o nível mais adequado de desafio. Desafio muito fácil só constrói um pouco de orgulho e gera muita frustração. A melhor maneira de fazer isso é oferecer vários níveis de desafio e deixar o aluno escolher, como acontece em um jogo com vários níveis de dificuldade.

 

3) Conheça seus alunos e mostre cuidado

Pense nos melhores professores que você já teve no jardim de infância até a pós-graduação. Todos eles tinham uma coisa em comum: eles realmente se preocupavam com o seu bem-estar. Eles falaram com você sobre seus sentimentos em torno de questões escolares, seus sucessos, fracassos e necessidades. Obviamente, temos recursos limitados para desenvolver relações com todos os nossos alunos. Mas uma sala de aula pode ensinar muito mais que vida.

 

 



Tags:
Comentar

Comentários

    Ver mais 20 resultados

    Comente

    Ver mais