Notícias

O fim das escolas e faculdades convencionais

      
(Crédito: Shutterstock.com)
(Crédito: Shutterstock.com)

 

O mundo está mudando. A tecnologia avançando cada vez mais, preconceitos desmantelados, a vida cada vez mais corrida. Muitos deram sua vida para modernizar a sociedade, em todos os sentidos possíveis. Mas mudar não é fácil, as instituições educacionais que o digam. Nosso sistema de educação é baseado em algo criado há 200 anos. As iluminuras das primeiras universidades criadas na Europa, na Alta Idade Média, já mostravam alunos sentados e um professor em pé ensinando. Será que esse modelo não está ultrapassado?

 

» Faça o download de um check list para organizar a sua vida escolar
» As 5 maiores preocupações sobre voltar para a escola
» Projeto obriga estudantes a usar transporte escolar coletivo

 

O professor de Inovação na ISEM Fashion Business School, Alvaro González-Alorda, criou uma apresentação imprescindível para qualquer um envolvido com educação. O trabalho do professor foi reunir aspas importantes de pessoas de peso na educação e fazer algumas considerações sobre ela. Confira:

 

1. "No espírito de honrar a tradição, as universidades se apoiam em práticas que põem em perigo seu futuro, Clayton Christensen, da Universidade de Harvard

 

2. "Professores ensinam exatamente da mesma forma que faziam há centenas de anos", Sebastian Thrun, Universidade de Stanford.

 

3. "Qualquer tipo de indústria será destruída e reconstruída com o foco nas pessoas", Sheryl Sandberg, funcionária do Facebook.

 

 

7 tendências da tecnologia da educação

1. As pessoas querem poder estudar, aprender e trabalhar onde e quando quer que seja.

 

2. As pessoas querem poder acessar informações de qualquer plataforma possível (celular, tablet, computador, lap top, etc)

 

3. O mundo está cada vez mais colaborativo. As mudanças estão concentradas na forma como os estudantes estão estruturados.

 

4. Uma vez que a informação está em toda a parte, a qualidade do professor fará a diferença.

 

5. Incorporar modelos de aprendizagem híbridos (presencial e online) pode potencializar as habilidades online que os estudantes desenvolveram fora da academia.

 

6. É necessário mudar o modelo de centralização no professor e centralizar a educação no aluno.

 

7. É necessário induzir os professores a basear o currículo escolar em aspectos da realidade. Aquela velha pergunta: para que vou usar isso?

 

 

5 desafios que a educação precisa enfrentar

1. Outros modelos de aprendizagem têm competido com os tradicionais.

 

2. As novas formas de publicação e pesquisa ainda não são bem entendidas pelos acadêmicos.

 

3. Estamos longe de ver a literatura digital como uma norma esperada pelos profissionais acadêmicos.

 

4. Experimentação com aplicações inovadoras é, normalmente, visto como fora do papel dos pesquisadores.

 

5. Em um mundo com grande facilidade de obtenção de informação, as bibliotecas estão sob pressão para desenvolver novas maneiras de oferecer conhecimento.

 

 

As 2 conclusões de Alvaro González-Alorda

1. Os professores precisam se desafiar a experimentar e criar métodos inovadores de ensinamento.

 

2. A educação presencial tem se tornado um luxo pelo qual você só pagará se os professores forem inovadores. Bom conteúdo não será suficiente.

 

 



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.