Notícias

Bondade é causada por predisposição genética, diz pesquisa

      
Crédito: Shutterstock.com
Crédito: Shutterstock.com

 

Psicólogos da Universidade de Buffalo e da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, descobriram que algumas pessoas podem ter predisposição genética para serem mais simpáticas e amáveis com os outros. Os pesquisadores analisaram o DNA de 771 adultos que participaram de um questionário online onde foram perguntados sobre a maneira como tratavam as outras pessoas.

 

» Gene da gula é descoberto por cientistas
» Cientistas criam plasma sanguíneo com arroz geneticamente modificado
» Cientistas descobrem novo método que detecta câncer em três horas

 

Muitos dos participantes que demonstraram maior preocupação com outros possuíam variações específicas de um gene que é associado com a bondade humana. O pesquisador Michael Poulin diz que “os resultados não dizem que há um gene da simpatia e sim que há um gene que contribui para essa disposição”.

 

A pesquisa examinou como a oxitocina e a vasopressina também influenciam o processo, já que essas substâncias interagem com os processos sociais de engajamentos depois que as pessoas se sentem ameaçadas. Os resultados mostram que esses hormônios podem impactar de forma significativa a predisposição social e podem estar ligados na essência do sistema comportamental.

 

 



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.