Notícias

Por que a nossa voz muda conforme envelhecemos?

      
Crédito: Shutterstock.com
Crédito: Shutterstock.com

 

As peculiaridades na voz de cada pessoa são determinadas por muitos fatores diferentes. A laringe e as cordas vocais vibram de acordo com a constituição do indivíduo, fazendo com que cada voz seja diferente uma da outra. Outra variável que também influencia nas características da voz é a idade. Mas, por que isso acontece?

 

» 5 coisas que você não sabia sobre a sua voz
» A voz das mulheres muda de acordo com o seu nível de fertilidade
» Dieta anti-envelhecimento: Como comer para viver mais

 

De acordo com os cientistas, o primeiro grito de um bebê tem uma tonalidade média entre 450 e 500 Hz, ou seja, é muito aguda. Mais tarde, aos 7 anos de idade, a frequência da voz se reduz de forma diferente para meninos e meninas. As garotas ficam com 295 Hz e os meninos com 268 Hz, em média.

 

Ao alcançar a puberdade, a testosterona faz com que muitas mudanças ocorram no corpo dos garotos, inclusive na voz. A massa muscular aumenta, as cartilagens da laringe crescem, suas paredes ficam mais grossas e as cordas vocais se alargam, fazendo com que a voz dos meninos fique mais grave. O tom de voz diminui aproximadamente uma oitava. Nas garotas, a ação do estrógeno nas cordas vocais também causa alterações na voz.

 

Com o passar dos anos essas transformações vão se regredindo. A voz das mulheres torna-se mais grave. Nos homens, ocorre a diminuição da testosterona e a voz volta a se afinar. Além dessas mudanças, ocorre também a perda de elasticidade e das fibras de colágeno.

 

 



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.