Aviso de cookies

Por meio de cookies próprios e de terceiros, coletamos informações para fornecer melhores serviços a todos os usuários. Compilamos informações estatísticas sobre a sua navegação para mostrar uma publicidade que tenha relevância com seus hábitos de navegação. Sempre que quiser, poderá desativar os cookies do seu browser. Se continuar navegando, consideramos que aceita os termos da política de utilização de cookies.

text.compare.title

text.compare.empty.header

Atualidade universitária

Crédito: Shutterstock.com

Para escrever uma biografia ou um perfil, você precisa enfrentar alguns desafios, porque você estará escrevendo sobre pessoas e seus comportamentos. Quando se escreve sobre pessoas - principalmente as famosas - é fácil julgar e opinar demasiadamente. Mas cuidado, uma biografia nem sempre é um texto opinativo e uma redação muito impressionista pode ser um equívoco.

 

» Biografia polêmica de Chanel chega ao Brasil
» O que falta é repertório, diz professor sobre redação do Enem 2012
» Revisão: Todos os pontos que uma redação no vestibular deve ter

 

O problema de julgar de mais em seus textos é que soa um pouco antiprofissional. Ao menos que o professor tenha pedido uma redação opinativa, fuja das opiniões exacerbadas, mesmo que seja sobre um criminoso ou um político corrupto, por exemplo. Isso não significa que você não possa deixar o seu ponto de vista sobre o biografado nas entrelinhas. Mas lembre-se, seja sutil.

 

Para garantir o seu profissionalismo textual e, consequentemente, sua nota, evite julgamentos como os seguintes:

 

- Bom

- Ruim

- Malvado

- Perfeito

- Melhor

- Pior

 

Repare, a pequena lista acima contém palavras que expressam visões difíceis de serem comprovadas. Quando for escrever sobre pessoas, não importa quão boa ou ruim ela seja, mostre isso aos leitores com fatos e estatísticas. Não profira palavras que expressam opinião. Aí está a diferença entre dizer e mostrar.

 

Lembre-se de que você não tem o crédito suficiente para julgar uma pessoa pública, ao menos que comprove tudo o que afirmou. Use argumentos para sustentar certa opinião e não se esqueça de não exagerar no julgamento.

 

Tome cuidado também com o senso-comum. Não reproduza clichês. Apresente fatos, provas, números, e desenvolva toda essa história com conectivos e clareza. Sua nota estará garantida!

 

 



Tags:
Comentar

Comentários

    Ver mais 20 resultados

    Comente

    Ver mais