Notícias

 
(Crédito: Dreamstime)

 

Na hora de conseguir um posto de emprego, as mulheresacima do peso têm menos possibilidades do que as demais. Além disso, elas também recebem salários mais baixos do que as magras e os homens. Tudo isso de acordo com a revista International Journal of Obesity.

 

» 3 desculpas que as mulheres devem parar de pedir
» O ciúme e a inveja no trabalho são diferentes em homens e mulheres
» Mulheres: como diminuir a desigualdade no trabalho

 

Os pesquisadores das Universidades de Manchester (Reino Unido) e Monash (Austrália) fizeram com que os participantes, que não conheciam o objetivo do estudo, revisassem uma série de currículos que incluíam fotos das candidatas e os classificassem de acordo com as suas aptidões, salário inicial e potencial de liderança.

 

Os resultados indicaram que existia uma discriminação em função do aspecto físico. As classificações foram distintas se o CV tinha uma foto de uma mulher obesa ou uma foto da mesma mulher - submetida a cirurgia - com um peso dentro do considerado normal.

 

Além do mais, os pesquisadores constataram que as pessoas mais autoritárias e com melhor percepção de seu próprio atrativo físico discriminavam mais. Quando mais alto eles classificavam sua própria aparência e a importância desta mesma, maiores eram o preconceito e a discriminação.

 

Os autores do estudo assinalam a importância de combater este tipo de preconceito que situa certos setores mais vulneráveis da população em desvantagem frente os demais.

 

E ainda pior, o preconceito contra esse tipo de pessoas é instigado por meio de estereótipos. Por exemplo, os mais gordos são preguiçosos e folgados.

 

 



Tags:
Comentar

Comentários

    Ver mais 20 resultados

    Comente

    Ver mais

    Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.