Notícias

Governo trocará dívida de universidades privadas por bolsas

      

 

Governo federal vai trocar dívidas de universidades privadas por 560 mil bolsas no Programa Universidade para Todos (ProUni). A proposta foi aprovada em votação simbólica por deputados e pelo Senado na próxima semana. Serão convertidos em bolsas R$15 bilhões.

 

» USP oferece programa de 1000 bolsas de intercâmbio
» Governo italiano oferece programas de bolsas de estudo
» Bolsistas do Prouni poderão receber auxílio-alimentação

 

A medida beneficiará cerca de 500 instituições. A maioria delas está localizada no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. As dívidas se concentram em Imposto de Renda, INSS e cota patronal.

 

As instituições poderão trocar 90% das suas dívidas por bolsas integrais de ensino. Os outros 10% terão de ser pagos à União. Todas as bolsas oferecidas serão integrais e serão abertas vagas para todos os cursos.

 

Toda a seleção será feita pelo ProUni, com os mesmos critérios de nota mínima no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e a mesma média de renda: até 3 salários mínimos de renda familiar.

 

As 560 mil vagas, porém, não serão oferecidas de uma vez, mas em 15 anos, com 1 de carência. O programa, batizado de Proies, trará outro benefício. O de permitir que as universidades saiam do cadastro de inadimplentes do governo. Desta forma, será possível resgatar os créditos a que têm direito com o Financiamento Estudantil (Fies).

 

 



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.