Notícias

Os perigos de ser um profissional multitarefa

      
Crédito: Shutterstock.com
Crédito: Shutterstock.com

 

Ser um profissional multitarefa virou exigência básica para trabalhar. Muitos estudos apontam, no entanto, que a ideia de que somos capazes de fazer tudo ao mesmo tempo e com eficiência não passa de um mito.

 

» Todas as dicas profissionais
» Estratégias de sobrevivência para a carreira
» 16 citações para inspirar sua carreira e sucesso

 

O pesquisador em neurologia Earl Miller do Massachusetts Institute of Technology (MIT), nos Estados Unidos, afirma que o cérebro humano não é capaz de focar a atenção em duas ou mais coisas ao mesmo tempo. O que faz é mudar o foco com uma rapidez incrível.

 

Imagine uma bola de ping pong pulando de um lado para o outro em uma mesa. Agora, imagine que está bola não está sozinha e outras duas ou três também pulam ao mesmo tempo. É assim que funciona o nosso cérebro nas multitarefas. Não dá para focar nos movimentos de todas as bolas ao mesmo tempo.

 

Engana-se quem pensa que fazer várias coisas ao mesmo tempo economiza tempo. O córtex frontal “entope” de tantas informações desacelerando a nossa atividade cognitiva. Ficamos mais lentos, menos eficientes e mais propensos a cometer erros.

 

Para deixar de ser um profissional multitarefa comece por organizar o seu trabalho. Eleja uma ordem de prioridade para fazer as coisas. Comece pelo o que é mais importante e não pare até concluir. Seu cérebro agradece.

 

 



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.