• Quem é você?

Notícias

Conheça a obra A Barca de Dante, de Delacroix

      
Crédito: Wikimedia.com
Crédito: Wikimedia.com

 

A obra romântica A Barca de Dante (em francês Dante Et Virgile aux Enfers, Dante e Virgílio nos infernos) abre a Semana Delacroix do projeto Um Pouco de Arte para sua Vida 2013 na Universia Brasil. Essa foi a primeira tela importante do pintor e é inspirada na Divina Comédia, de Dante Alighieri.

 

Leia também:
» Sobre o projeto
» Todas as obras do projeto Um pouco de arte para a sua vida 2013
» O que é o Romantismo?

 

A cena retrata o escritor Dante acompanhado por Virgílio, seu guia em sua jornada ao Inferno. A obra é fiel à descrição da cena no livro de Alighieri, que é retratado com paixão por Delacroix, fã de suas obras. O escritor é retratado como um pensador e intelectual, apesar de sua expressão de medo.

 

Delacroix utilizou cores quentes em contraste com cores frias na obra, inspirando-se no barroco. As expressões faciais dos personagens também apresentam controvérsia, já que Dante aparenta estar assustado e Virgílio mantém a serenidade.

 

A obra é característica do Romantismo, trazendo ao apreciador sentimentos de dor e apreensão causados pelas pessoas que se afogam e tentam subir no barco, transmitindo desespero.

 

 

3 detalhes de A Barca de Dante se destacam:

 

1. Os Iracundos

 

Os Iracundos são seres que foram condenados ao Inferno e não conseguiram pagar a travessia. Segundo a história, todos os mortos deviam ser enterrados com uma moeda para pagar o barqueiro, por isso o desespero dos seres para subir no barco de Dante e Virgílio. Suas expressões demonstram dor, fúria e desespero, sendo retratados com cores claras e até brilhantes.

 

2. A serenidade de Virgílio

 

O pano branco que aparece ao redor da cabeça de Virgílio transmite a sensação de serenidade, sendo que a mão virada para cima indica que ele é o condutor de Dante e tenta transmitir sua tranquilidade.

 

3. O barqueiro Caronte

 

O barqueiro Caronte é representado na parte direita da tela e está seminu, usando apenas um manto azul que cobre uma parte de seu corpo. Ele conduz o barco contra o vento, comprovado pelos seus cabelos que estão esvoaçantes.

 

A Barca de Dante, de Delacroix

 

 

Ficha Técnica - A Barca de Dante:


Autor: Èugene Delacroix
Onde ver: Museu do Louvre, Paris, França
Ano: 1822
Técnica: Óleo sobre lona
Tamanho: 189cm × 241cm
Movimento: Romantismo

 

 

Sobre Delacroix

 

O pintor francês Ferdinand Victor Eugène Delacroix (conhecido apenas como Eugène Delacroix) nasceu no dia 26 de abril de 1798. Nascido em uma família de grande prestígio social, teve uma educação refinada e tornou-se um erudito precoce. Delacroix frequentava grandes colégios de Paris, tendo aulas de música e pintura na Escola de Belas-Artes.

 

O pintor costumava visitar o Museu do Louvre e estudar as obras de Rafael Sanzio. Seu primeiro quadro foi A Barca de Dante, mas a sua obra mais famosa foi feita em 1830. A Liberdade guiando o povo é, até hoje, uma das pinturas mais famosas do mundo e objeto de estudo de alunos desde o Ensino Fundamental até o Ensino Superior.

 

Sua última exposição artística foi feita em 1859 no Salão de Paris. As obras de Delacroix são marcadas pela grande expressão cromática, o simbolismo e o sentimentalismo, abordando temas exóticos, cotidianos, políticos e históricos.

 

 

 

 

Sobre o Romantismo

 

O Romantismo é um período caracterizado pela valorização dos sentimentos, a idealização da pátria, dos heróis e da mulher, pelos ideais do iluminismo e pela liberdade conquistada na Revolução Francesa.

 

Nas artes plásticas, o romantismo destacou artistas como Francisco Goya e Eugène Delacroix, que representavam a natureza e as grandes diferenças sociais presentes na sociedade da época. Ambos costumavam destacar as emoções e os sentimentos em suas pinturas.

 

O Romantismo é conhecido pela vida boêmia, o mal do século (a tuberculose), a depressão e o amor idealizado. Os Miseráveis, de Victor Hugo, é um dos grandes destaques do romantismo literário. No Brasil, destacam-se as poesias de Álvares de Azevedo e Gonçalves Dias.

 

 



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.