Notícias

Baixe as obras do classicismo e entenda o movimento literário

      
Baixe as obras do classicismo e entenda o movimento literário
Baixe as obras do classicismo e entenda o movimento literário  |  Fonte: Shutterstock

 

O Renascimento é considerado pelos historiadores como o momento entre a Idade Média e a Idade Moderna por conta das diversas mudanças históricas que ocorreram como o desenvolvimento do capitalismo, o fim de estruturas medievais e a revalorização da arte, cultura e ciências.

 

Leia também:
» Mais de 1.000 livros grátis para download
» Um pouco de arte para sua vida: Explore obras de arte famosas

 

O movimento renascentista começou na Toscana, Itália, no início do século XV (Quattrocento), mas em pouco tempo ele se espalhou por toda a Europa com ajuda do surgimento da imprensa de Gutenberg. O principal e mais importante aspecto do Renascimento é o humanismo – depois de séculos sendo oprimidos e controlados pela Igreja, o ser humano estava, finalmente, voltando a ficar em evidência. Foi o início do pensamento antropocentrista, que iria se manter durante muitos outros séculos. Além disso, o Renascimento também trouxe de volta a pesquisa científica e a racionalidade, aspectos retomados da antiguidade clássica.

 

A arte, durante o período, foi uma das formas mais recorrentes e usados de expressão. Os quadros e escultura buscavam harmonia, perfeição e anatomia perfeita. A fase mais fértil para o movimento artístico foi na Alta Renascença, ou Cinquento. Foi durante esta época em que houve artistas como Leonardo da Vinci, Michelangelo, Rafael, entre outros.

 

Na literatura, o Renascimento ficou conhecido como Classicismo. Assim como nas pinturas e esculturas renascentistas, os escritores tinham grande preocupação formal e buscava a perfeição. Em Portugal, o estilo foi levado por Sá de Miranda, que usava em suas obras o "doce estilo novo", com sonetos (dois quartetos e dois tercetos) e medida nova (decassílabos). Além disso, as principais características da literatura renascentista eram racionalismo, linguagem sóbria, mitologia, deuses e deusas, inspiração em autores gregos e universalismo (preocupação com problemas universais e não pessoais).

 

O maior nome da literatura no Renascimento é o autor português Luís Vaz de Camões. Sua principal obra é Os Lusíadas. Dividida em 10 cantos e com mais de 8800 versos, a epopéia narra a viagem de Vasco da Gama até as Índias. Assim como Camões, outros autores escreveram livros com grandes temas históricos referentes às origens de um povo, chamadas epopéias. Inspiradas nas obras clássicas, como Ilíada e Odisséia, toda epopéia possui proposição, invocação, dedicatória, narração e epílogo.

 

Outros nomes da literatura portuguesa durante o Renascimento são Antônio Ferreira e Bernardim Ribeiro. Que tal entender melhor o período com as obras? Confira os livros desses autores baixando-os gratuitamente:

 

  • Luís Vaz de Camões

1. » Os Lusíadas, de Luís de Camões

2. » Sonetos, de Luís de Camões

3. » Redondilhas, de Luís de Camões

  • Bernardim Ribeiro

1. » Cantiga sua à Senhoa Maria Coresma, de Bernardim Ribeiro

2. » Écloga de Jano e Franco, de Bernardim Ribeiro

3. » Hontem Pos-se a Sol, de Bernardim Ribeiro

4. » A Menina e a Moça, de Bernardim Ribeiro

  • Sá de Miranda

1. » Os Estrangeiros, de Sá de Miranda

 



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.