Notícias

Já ouviu falar em arcadismo? Baixe os livros, leia e aprenda

      
Já ouviu falar em arcadismo? Baixe os livros, leia e aprenda
Já ouviu falar em arcadismo? Baixe os livros, leia e aprenda  |  Fonte: Shutterstock.com

 

O Arcadismo, também conhecido como Setecentismo, foi o movimento literário que ocorreu a partir da metade do século XVIII. Para entendermos melhor essa época, devemos analisar os acontecimentos históricos da época – o pensamento iluminista estava em plena ascensão e os Estados Unidos havia acabado de passar pelo processo de independência, ou seja, era um momento na história em que a racionalidade, a ciência e o homem eram valorizados. Esse tipo de pensamento era o oposto ao período barroco, pois as pessoas estavam vivendo o "Século da Luz".

 

Leia também:
» Mais de 1.000 livros grátis para download
» Um pouco de arte para sua vida: Explore obras de arte famosas

 

Por conta disso, o Arcadismo retoma algumas características do classicismo, como uma produção artística mais simples e espontânea, cultuando a natureza e o prazer. Os escritores eram influenciados pela mitologia pagã, o pastoralismo, bucolismo (valorização da natureza), nativismo (exaltação à terra e ao mundo natural), espontaneidade, escrita clara e, algumas vezes, versos sem rimas.

 

Além disso, os autores árcades também seguiam certos pensamentos e os disseminavam por meio de suas obras, como o carpe diem (viver o presente, desfrutar o momento), fugere urbem (fugir da cidade para ir ao campo), inutilia truncat (cortar o inútil), aurea mediocriatas (valorizar o cotidiano) e locus amoenos (refúgio ameno). Havia a idealização da mulher amada e fingimento poético, ou seja, o autor criava as suas obras como se ele fosse uma outra pessoa, como um pastor no campo, por exemplo. A teoria do "bom selvagem" de Jean-Jacques Rousseau também inspirou os árcades, que se voltaram para a natureza em busca de uma vida simples e maior discernimento.

 

Em Portugal, os principais autores árcades foram Manuel Maria Barbosa du Bocage, Correia Garção, António Dinis da Cruz e Silva, entre outros. No Brasil, o movimento surgiu com a fundação da "Arcádia Ultramarina", em Vila Rica, Minas Gerais, e a publicação da obra de Cláudio Manuel da Costa, "Obras Poéticas". Depois disso, surgiram nomes como Manuel Inácio de Silva Avarenga, Frei José de Santa Rita Durão e Tomáz Antônio Gonzaga.

 

A seguir, conheça as obras de alguns autores árcades com downloads gratuitos de seus livros:

 

  • Bocage

1. » A Virtude Laureada, de Bocage

2. » À Morte de Leandro e Hero, de Bocage

3. » A Ulina, de Bocage

4. » Cantata à Morte de Inês de Castro, de Bocage

5. » Convite à Marília, de Bocage

6. » Soneto do Coito Interrompido, de Bocage

7. » Soneto do Juramento, de Bocage

 

  • Manuel Inácio de Silva Alvarenga

1. » O Desertor, de Manuel Inácio da Silva Alvarenga

 

  • Cláudio Manuel da Costa (pseudônimo Glauceste Satúrnio)

1. » Culto Métrico, de Cláudio Manuel da Costa

2. » Epicédio, de Cláudio Manuel da Costa

3. » Munusciulo Métrico, de Cláudio Manuel da Costa

4. » Obras Poéticas, de Cláudio Manuel da Costa

5. » Vila Rica, de Cláudio Manuel da Costa

 

  • Frei José de Santa Rita Durão

1. » Caramuru, de Frei José de Santa Rita Durão

 

  • Tomáz Antônio Gonzaga

1. » Cartas Chilenas, de Tomáz Antônio Gonzaga

2. » Marília de Dirceu, de Tomáz Antônio Gonzaga

 



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.