Notícias

Entenda a importância de conhecer os direitos humanos para a redação do Enem 2014

      
Fonte: Universia Brasil
Fonte: Universia Brasil

Proposta de intervenção para o problema e respeito aos direitos humanos. Essa é uma das competências que será avaliada na redação do Enem 2014, que está com as inscrições abertas até o dia 23 de maio. Para não perder pontos importantes na redação é preciso prestar atenção para não desrespeitar os direitos humanos.

 

Leia também:
» “Abole-se a escravidão, mas o preconceito continua”, diz professor sobre possível tema do Enem 2014
» Começam as inscrições para o Enem 2014; veja as regras
» Todas as notícias sobre o Enem 2014

 

“Não há espaço algum para que o aluno seja contrário a esses direitos”, comentou o professor de história Elias Feitosa, do Cursinho da Poli, em São Paulo.

 

Não é só o Enem que valoriza os direitos humanos. Vestibulares como a Fuvest, a Unicamp e a Unesp também desconsideram qualquer tipo de postura que seja contrária aos valores humanos.

 

O que fazer? O primeiro passo é estar familiarizado com a Declaração dos Direitos Humanos. A boa notícia é que isso é extremamente fácil, uma vez que o documento está traduzido para diversas línguas e pode ser lido gratuitamente no site da ONU (Organização das Nações Unidas).

 

Segundo o professor Feitosa, é um erro pensar que a redação do Enem é um lugar onde o estudante pode colocar qualquer opinião. “Espera-se uma posição na qual o aluno entenda o que é um problema social e que desrespeita a humanidade”, disse o professor.

 

O resultado é simples para quem exagera na opinião: “alguns alunos acabam perdendo a sua nota”. Por isso, antes de entregar a sua redação, analise se a sua intervenção está, de fato, concordando com a declaração. E não se esqueça de escrever sempre de forma ética e moral.

 

Sobre o Enem 2014

As provas do Enem 2014 acontecem nos dias 8 e 9 de novembro. As inscrições estão abertas e podem ser feitas até o dia 23 de maio no site do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira). A taxa de inscrição (R$ 35) deve ser paga até 28 de maio. Os estudantes da rede pública de ensino e pessoas com renda familiar de até 1,5 salário mínimo estão isentos de pagar o valor da inscrição.

 

Com a nota do Enem é possível participar de programas como o Sisu, que oferece vagas em faculdades públicas; o ProUni, para quem deseja conseguir uma bolsa de estudo em instituições privadas do ensino superior; e o Sisutec, que oferece vagas gratuitas em cursos técnicos. Além disso, a nota do Enem vale como certificação de conclusão do Ensino Médio e o a chance de ingressar em universidades portuguesas.

 

A partir deste ano, a Universidade de Coimbra e a Universidade da Beira Interior, ambas localizadas em Portugal, vão aceitar a nota das edições de 2011 (apenas Coimbra), 2012 e 2013 como critério de seleção para matricular candidatos brasileiros nos seus cursos de graduação.

 



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.