• Quem é você?

Notícias

5 palavras que NÃO podem estar no seu currículo

      
Fonte: Shutterstock
Fonte: Shutterstock

Segundo o estudo “Keeping an eye on recruiter behavior”, os gestores gastam, em média, de 4 a 5 minutos analisando os currículos dos candidatos. Com tão pouco tempo disponível para causar uma boa impressão no recrutador por meio deste cartão de visitas, você não pode cair no erro de utilizar clichês. Pensando nisso, a Universia Brasil reuniu 5 termos que não devem estar impressos no seu currículo. Descubra quais são eles a seguir:

 

Leia também:
» Descubra como adaptar o seu currículo a diferentes oportunidades
» Let’s Talk: os key points de um bom currículo em inglês
» 4 erros do seu currículo que podem custar a entrevista de emprego

 

Eu

O seu currículo deve conter quais são suas habilidades, conhecimentos e como foi sua trajetória profissional até o momento para que possam analisar a sua qualificação para entrar naquela empresa. Portanto, o seu foco deve estar na empresa: o que você pode trazer de benefícios à equipe? Usar muitas vezes a palavra “eu” pode dar a impressão que você está concentrado apenas em você e ninguém quer passar a imagem de ser uma pessoa egocêntrica.

 

Impactante

Dizer que sua passagem na última empresa foi impactante pode não ser a melhor das ideias. Este termo não necessariamente demonstra algo positivo. Por isso, se você quiser dizer que fez a diferença ou algo semelhante, pense em adjetivos que dêem a certeza de ter sido uma experiência edificante para ambos os lados.

 

Apaixonado

Muitos profissionais, motivados a demonstrar seu interesse pela empresa ou pela área, usam a palavra “apaixonado”. Utilizar esse adjetivo, embora seja apropriado nos seus relacionamentos pessoais, não é recomendável num documento profissional como um currículo. Por isso, opte por mostrar seu entusiasmo listando suas realizações profissionais, assim como os cursos que você fez por interesse neste ramo. O mesmo vale para a palavra experiente. Este termo é vago, de modo que deve ser substituído por uma descrição da sua trajetória profissional.

 

Perfeccionista

Assim como a palavra “detalhista”, este é um dos grandes clichês tanto no CV quanto na entrevista de emprego. Além de ser esperado que você preze pelos detalhes do trabalho que você realiza, dizer mais do mesmo pode ser interpretado até como falta de empenho. Por isso, não acrescente isto ao seu currículo. “Focado nos resultados” pode ser visto de modo semelhante, afinal, se você não busca ganhos ou atingir objetivos, o que você está fazendo ali?

 

Trabalhador

Quem determinará se você de fato trabalha duro e corre atrás dos resultados é o seu currículo. Deixe que ele fale por você, ou seja, não use os 5 minutos que o recrutador gastou com você dizendo que é trabalhador. Seja objetivo e mostre fatos.

 



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.