Notícias

Enem 2015 entenda o que estudar sobre a Competência 8 de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

      
Foto: Universia Brasil
Foto: Universia Brasil

Com o objetivo de adquirir uma boa preparação para as provas Enem 2015, que acontecem nos dias 24 e 25 de outubro, os candidatos devem ler o edital divulgado pelo Ministério da Educação (MEC) na última segunda-feira (18).

Leia também:
» Guia de estudo para a redação do Enem 2015
» Siga a série Rotina de Estudos Enem 2015
» Todas as dicas de estudo sobre o Enem 2015


Para facilitar o entendimento dos candidatos, a Universia Brasil entrevistou a professora Andrea Lanzara, do Cursinho da Poli, de São Paulo para traduzir em termos didáticos cada um dos tópicos da competência 8 do eixo cognitivo de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias.


COMPETÊNCIA DE ÁREA 8 - COMPREENDER E USAR A LÍNGUA PORTUGUESA COMO LÍNGUA MATERNA, GERADORA DE SIGNIFICAÇÃO E INTEGRADORA DA ORGANIZAÇÃO DO MUNDO E DA PRÓPRIA IDENTIDADE


1. “Identificar, em textos de diferentes gêneros, as marcas linguísticas que singularizam as variedades linguísticas sociais, regionais e de registro”

Professora Andrea Lanzara: Nesse item, o candidato deve mostrar os conhecimentos sobre as variedades linguísticas e as diferenças das variedades em relação à norma padrão. O aluno precisa saber que elas são subdivididas em sociocultural, regional-geográfica e histórica, já que, segundo a professora, “a língua é heterogênea”.


2. “Relacionar as variedades linguísticas a situações específicas de uso social”

Professora Andrea Lanzara: Nesse tópico, o candidato deve saber “que a linguagem varia de acordo com a situação de comunicação”. Um exemplo prático seria a forma que um palestrante fala de uma forma durante sua apresentação e de outra quando está em um ambiente familiar.


3. “Reconhecer os usos da norma padrão da língua portuguesa nas diferentes situações de comunicação”

Professora Andrea Lanzara: Dentro desse item, a noção principal é de que “a norma padrão é mais uma das variedades possíveis”. Por isso, o aluno precisa saber quando e como aplicar cada variante linguística.


DICA EXTRA PARA A COMPETÊNCIA 8:
O aluno deve ler muito para conseguir identificar as variantes mais facilmente, optando por entrar em contato com os mais diversos gêneros textuais. Além disso, é imprescindível ter a ideia de que o “preconceito linguístico não tem fundamento algum”, afirmou a professora.

 



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.