• Quem é você?

Notícias

MEC quer incluir negros e índios na pós-graduação

      

O Ministério da Educação (MEC) criou um grupo de trabalho para propor ações educacionais de inclusão para negros, pardos, indígenas e estudantes com deficiência. O objetivo é criar oportunidades de participação em programas de mestrado, doutorado e mobilidade internacional.

 

Veja também:
» Universidade de Harvard oferece bolsas de pesquisa em até US$ 75 mil
» ONU oferece bolsas de estudo para pós-graduação no Japão
» Todas as notícias de Educação

 

A criação do grupo visa garantir a formulação e implementação de novas políticas públicas, focadas em promover a igualdade. Além disso, o comitê também tem como objetivo divulgar dados e indicadores sobre o tema, além de aperfeiçoar outros programas e iniciativas ligados à questão.

 

O grupo responsável pelo projeto será formado por representantes de secretarias do Ministério da Educação, pela Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República e organizações como o Fórum Nacional de Educação Inclusiva, a Associação Brasileira de Pesquisadores Negros, a Comissão Nacional de Educação Escolar Indígena, a Educafro e a Associação Nacional de Pós-Graduando. A administração do projeto será delegada à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.