Notícias

Professor: como adaptar o ensino na era da tecnologia

      
Fonte: Shutterstock

Muitos professores têm observado que os alunos estão cada vez mais conectados e dependentes de ferramentas tecnológicas. Diante de um cenário marcado pelo avanço da tecnologia, um dos principais desafios do educador é conseguir adaptar as aulas para manter o interesse dos alunos, mesmo com as constantes distrações que aparelhos como celulares podem provocar em sala de aula.

 

Veja também:
» As principais tendências para a educação do futuro
» Indicamos: 9 plataformas online para professores
» Todas as notícias de Educação

 

Sabendo disso, a seguir listamos 4 dicas para conciliar ensino e tecnologia da melhor forma. Confira abaixo e aprenda a tornar sua aula mais inovadora!

 

1 - Proponha atividades online durante as aulas
É interessante realizar atividades que vão além do método de ensino convencional. Experimente combinar a tecnologia com os conteúdos vistos durante as aulas. Se possível, você pode levar os alunos para realizar atividades no laboratório de informática caso sua escola possua um, ou permitir que os estudantes tragam seus próprios notebooks ou tablets, caso tiverem.

 

2 - Experimente usar aplicativos de educação
A educação online vem se tornando cada vez mais comum no ambiente de ensino. Muitos alunos e professores, inclusive, fazem o uso constante de aplicativos educativos pelo celular. Alguns fornecem dicas para professores melhorarem suas aulas, outros auxiliam estudantes a estudarem com jogos e outras atividades interativas, por exemplo. 

 

3 - Estimule o aprendizado colaborativo
No cenário atual, as pessoas têm usado cada vez mais recursos tecnológicos para compartilhar informações, tanto no ambiente acadêmico quanto no profissional. Um dos recursos bastante utilizados é a computação em nuvem, que já tem sido aderida por algumas escolas, já que funciona como um método eficiente para aumentar a interação entre professores e alunos, facilitando a troca de conhecimento. Por isso, é importante estar atento ao uso de sites como o Google Classroom e DropBox, por exemplo.

 

4 - Adapte o método de ensino aos seus alunos
É importante que o professor tenha um método de ensino flexível, adaptando a aula conforme as necessidades de cada estudante, permitindo que eles tenham autonomia para conduzir o seu próprio aprendizado. Com isso, o ensino fica centralizado no estudante e o educador assume mais o papel de condutor do aprendizado. Esse aumento na flexibilidade pode ser visto em novas tendências como a gameficação das aulas, cursos online, por exemplo.



Tags:

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.